Como tratar rapidamente a constipação de bebês: 9 soluções

Muitos bebês recém-nascidos têm sua primeira evacuação 24 horas depois do nascimento. Mas os bebês que sofrem de constipação têm problemas com isto, ou evacuando com frequência insuficiente, ou por terem evacuações secas, duras, difíceis de eliminar. Muitos pais, quando têm que cuidar de uma criança que está chorando, e obviamente está desconfortável, acham que seu filho está com cólica. Mas, enquanto a cólica é uma condição comum, temporária, uma constipação grave pode ser perigosa para seu filho. É claro que, se o que seu filho tem é mesmo cólica, você certamente vai querer ter a sua cópia do e-book How to Survive and Thrive When Your Baby is Colicky. Este guia, para ter sempre à mão, contém uma imensa quantidade de estratégias para lidar com o problema, e idéias ótimas para os novos papais.

Crianças constipadas podem fazer muita força quando precisam evacuar, erguendo as pernas e resmungando, além de ficarem com o rosto vermelho do esforço. Pior, a eliminação de fezes duras pode causar um rasgo na parede retal, o qual poderá sangrar. Todos estes sintomas podem ser muito desconfortáveis para o bebê, e uma preocupação para você. Se o seu recém-nascido está constipado, eis algumas soluções para a constipação:

  1. Compreenda que durante os primeiros dias de vida seu bebê vai eliminar mecônio, que é uma substância verde escuro ou preta. Até o terceiro dia deverá começar a evacuação normal. Se as fezes do seu bebê não estiverem regulares, ou se ele ou ela ainda está eliminando mecônio, este poder ser um sinal de que talvez seu bebê não está recebendo alimento suficiente.
  2. Considere se você recentemente mudou de leite materno para leite industrializado. Esta também poderia ser a origem do problema.
  3. Se você alimenta seu bebê com mamadeira, experimente diferentes produtos para encontrar o que faz a sua digestão funcionar melhor.
  4. Mude os horários de alimentação, para dar ao bebê quantidades menores do produto para alimentação infantil, distribuídas em porções mais frequentes ao longo do dia. Isto permitirá ao organismo uma melhor digestão. Esta é uma solução comum para a constipação de bebês.
  5. Para os bebês que estão recebendo leite industrializado, tente adicionar uma mamadeira de água por dia para ver se isso ajuda, porque acrescenta mais fluido para o intestino.
  6. Para os bebês que estão recebendo leite industrializado, se você sentir que o ferro na fórmula está contribuindo para a constipação, fale com o pediatra sobre os prós e os contras de mudar para uma versão com menor quantidade de ferro, por um mês ou dois, e veja se isso ajuda. (Veja nota de precaução)
  7. Banhe seu bebê recém-nascido em uma banheirinha ou pia com água acima do nível do estômago. Enquanto seu bebê está relaxado, tente massagear o seu estômago e ver se isso estimula uma evacuação. Preste atenção! Não se surpreenda se o bebê evacuar na banheira. Esta ação frequentemente auxilia nos cuidados da constipação de recém-nascidos.
  8. Pergunte ao seu pediatra se é seguro para o seu bebê dar algum apoio suplementar. Alguns bebês respondem bem a supositórios de glicerina, glicerina líquida ou óleo de linho. Com o ok do seu pediatra, você pode misturar uma colher de chá de óleo de linho ao leite da mamadeira, ou insira um supositório quando o bebê mostrar sinais de estar precisando evacuar.
  9. Quando você introduzir alimentos na dieta do seu bebê, comece com opções como pêras amassadas e ameixas secas, que são ricas em fibra. Em vez de tentar cereal de arroz, opte por cereal de cevada, que não será tão constipante.

Precaução:
Estudos recentes mostraram que leites infantis enriquecidos com ferro não contribuem para a constipação da maioria dos bebês. Receber ferro suficiente é crucial no desenvolvimento do bebê, para prevenir anemia. Então, nunca mude para um produto com quantidades menores de ferro sem o consentimento de seu pediatra.

Dicas rápidas:
Se seu bebê está constipado, assegure-se de monitorar o quanto você o está alimentando, e quantas fraldas molhadas ou sujas a criança tem por dia. Estas são informações importantes para seu pediatra.