Como tratar joanetes

Joanete... soa amigável, certo? Ligeiramente má, talvez, mas nem por isso benigna - que foi o consenso da pesquisa realizada com sete dos meus amigos, nenhum dos quais tinham joanetes, nem sabiam a definição de "joanete". Se não existir um joanete na sua vida, você poderia supor, que o termo remete a algo não ameaçador ou até mesmo cômico. Então, o que é "joanete"? Leia abaixo para descobrir o que causa os joanetes e como evitá-las.

Joanetes não são nem más nem benignas - elas afetam as pessoas, independentemente das boas maneiras ou educação, causando dor significativa no pé e facilmente levando à artrite e mobilidade reduzida. Além disso, elas alteram a aparência de um outrora elegante pé. Veja o que você precisa saber para trazer alívio para um pé com joanete.

  • Definição de "Joanete". "Joanete" se refere a uma protuberância ao longo da borda exterior da maior articulação do seu dedão do pé (também conhecido como articulação metatarso falangiana). Calo é o inchaço semelhante na base de um dedo rosado. O inchaço parece como uma parte normal do seu osso, mas não se encaixa dentro da estrutura óssea natural do seu pé. Na verdade, ele modifica a trajetória do seu dedão do pé, causando uma rotação antinatural ou movimento contrário em direção ao resto dos seus dedos.
  • A verdadeira natureza do joanete. Joanetes não é uma causa de morte, mas elas podem causar dor significativa. A deformidade do seu dedão torna a articulação sensível até mesmo a uma ligeira pressão. Atividades atléticas ou andar a pé tornam-se cada vez mais desconfortáveis e dolorosas. A pele por cima de um joanete pode ficar inflamada e disforme. Joanetes freqüentemente levam à artrite conjunta do dedão do pé.
Joanetes afetam mais do que apenas o seu dedão do pé. Quando uma parte do nosso movimento natural de caminhada provoca dor, nós ajustamos o nosso andar natural (mesmo inconscientemente) para evitar a dor da melhor forma possível. Infelizmente, esses ajustamentos tendem a criar inflamação nas articulações e tendões e em qualquer outra parte do pé, tornozelo e dedos do pé.
  • A importância de um bom sapato. Aqui está mais um motivo pelo qual os joanetes não podem ser chamados de maus: aqueles sapatos pontudos que você acabou de comprar por cem dólares, ao longo do tempo, pode causar uma joanete de forma constante devido à pressão que exercem sobre seus pés, empurrando-os todos juntos. Sapatos femininos de bico fino como estes são os mais óbvios culpados de forças exteriores que causam a formação de um joanete (e uma das razões pelas quais as mulheres sofrem de joanetes com mais freqüência do que os homens), mas qualquer sapato que restringe a largura natural do seu pé em torno de dedos dos pés pode levar a um joanete.
  • Problemas nos pés que se desenvolvem independentemente do calçado. Se a sua profissão exige que você fique em pé por muito tempo, você corre um risco maior de desenvolver um joanete. Mas joanetes não se desenvolvem só por causa do mau calçado. Com o tempo, pode-se formar um joanete devido a uma série de características físicas (como a inadequada estrutura óssea arqueada e atípica, por exemplo) que interrompe a mecânica ideal dos movimentos do pé.
  • Tratamentos não-cirúrgicos. A maioria dos joanetes não são suficientemente graves para justificar a necessidade de cirurgia. Mas, como referi antes, simplesmente ajustar seu andar só irá conduzir a outros problemas no pé. Felizmente, há muitas maneiras de reduzir ativamente o desconforto e o inchaço de um joanete. O primeiro passo para o tratamento é agendar uma consulta com um podólogo.
    • Use um calçado mais confortável. Se for como a maioria de nós, você já gastou muito tempo sacrificando o conforto pela estética. Escolha um par de sapatos que dão aos seus dedos espaço suficiente para ocupar seu espaço natural.
    • Repouso e gelo. No final de um longo dia, coloque seus pés para cima e aplique um saco de gelo no joanete doloroso para reduzir o inchaço e a inflamação.
    • Almofadas e espaçadores. Você pode comprar almofadas para joanetes que aliviam a dor de qualquer pressão exercida sobre o joanete. Espaçadores também estão disponíveis para incentivar seus dedos a manter a sua posição adequada e evitar grandes dores nos dedos.
    • Próteses e inserções. Próteses e inserções podem corrigir os problemas físicos que causaram o seu joanete em primeiro lugar. O médico irá lhe dizer se a sua mecânica pode ser corrigida por uma inserção simples ou vai exigir receita médica ortopedia.
    • Medicamentos para alívio da dor. Em conjunto com estes tratamentos, o médico pode sugerir que você tome analgésicos como Tylenol ou Advil, para reduzir o desconforto.
  • Cirurgia. Em casos severos, joanetes podem ser tratados através de cirurgia. Médicos contam com muitas operações diferentes, a fim de corrigir mais eficientemente as várias causas potenciais de um joanete. Embora os diferentes procedimentos variem na quantidade de osso e realinhamento da articulação, remoção de ossos ou manipulação de cartilagens envolvidas, todas elas geralmente envolvem o que é chamado osteotomia. Durante uma osteotomia, os médicos eliminam a massa de tecido do joanete e, em seguida, removem alguns ossos, a fim de endireitar o dedão do pé. Obviamente este é o tratamento de joanete mais invasivo e, como todos os procedimentos cirúrgicos, há risco envolvido. Mesmo após a cirurgia, você ainda poderia desenvolver uma nova joanete na articulação metatarso falangiana. Portanto, um bom calçado e cuidados aos pés são ainda mais importantes mesmo após uma cirurgia bem-sucedida.
O joanete não é o fim do mundo, mas as vezes pode parecer. As opções de tratamento não-invasivas podem reduzir muito a inflamação e os sintomas de seu joanete. Agende uma consulta com um ortopedista para discutir suas opções e dar o melhor curso de tratamento para os seus pés. Vale a pena!