Como escolher suplementos de colágeno

O colágeno é essencial para a estrutura dos nossos músculos, tendões, cartilagens, ligamentos e ossos. A flacidez e rugas na pele são causadas pela perda de colágeno. O colágeno também dá apoio aos movimento naturais do corpo.

Muitas pessoas com artrite ou dores ósseas relacionadas relatam um aumento da função e diminuição da dor quando se usa colágeno como um complemento. Se você está pensando em uma cirurgia ortopédica ou tem dores, considere fortemente em começar um programa de suplemento de colágeno para conseguir melhorar sua funcionalidade, durabilidade e reduzir os níveis da dor.

Muitas pessoas também fazem um uso tópico do colágeno ou via suplementação para melhorar a aparência dos cabelos, unhas e pele. Atualmente muitos batons que aumentam os lábios, produtos para pele e outros suplementos de colágeno aumentam o colágeno com aplicação, isto porque o colágeno dá uma aparência mais jovem.

Se você estiver considerando começar um programa de suplementos de colágeno, há algumas coisas que você deve considerar em primeiro lugar.

  1. Determine sua necessidade. Se você estiver tomando colágeno para mudanças na artrite, dor óssea ou para reparar uma lesão, você deve considerar combinações da glucosamina, que estão frequentemente disponíveis. Se você está interessado em suplementos de colágeno para fins estéticos, você estará mais interessado em suplementos não-glucosaminicos. Note que existem três tipos de colágeno: o colágeno I, II e III. O colágeno II é utilizado principalmente para as necessidades relacionadas com artrite.
  2. Determine suplementos de acompanhamento. A principal função da vitamina C é fazer o colágeno e a lisina ajuda na formação do colágeno. Se você não consegue tomar suplementos de vitamina C devido a gota ou outros medicamentos, considere a forma C Ester da vitamina C que é conhecida como Ascorbyl Palmatate, ela é facilmente disponível e é menos ácida, por isso o corpo a tolera melhor. Se você não consegue tomar a vitamina C como complemento, deve procurar aumentar seu consumo alimentar de vitamina C, já que o colágeno tem que ter a vitamina C para funcionar. O ácido alfa lipóico, quando não é necessário fazer uma suplementação de colágeno, serve para "reciclar" os nutrientes da vitamina C já no seu corpo, assim, aumenta a eficácia da vitamina C que já está trabalhando para formar e manter o colágeno. O ácido alfa lipóico também é um ótimo antioxidante para diversos fins e reduz  edemas associados com dores ou lesões ósseas. Ele remove toxinas, melhora a funcionalidade do fluido da junta que está causando a dor, e é ótimo para a pele também. A glucosamina funciona em paralelo com os suplementos de colágeno para a artrite e outros problemas de dor óssea, mas não tem um impacto direto na produção ou manutenção do colágeno. Se sua intenção é manter o colágeno por preocupações estéticas, como para reduzir rugas, a vitamina C é um completo necessário. Outras razões relacionadas com a "beleza" para a ingestão de colágeno inclui unhas fracas e cabelos quebradiços. Se seu objetivo é diminuir a dor, procure por uma combinação de suplementos destinados a esse uso, como comprimidos de glucosamina. A glucosamina é relativamente barata e pode ser eficaz. Ela é normalmente usada para fins ósseos.
  3. Determine a dose adequada. As dosagens são determinadas pelos motivos que se toma o colágeno. Não parece haver um risco de overdose de suplementos de colágeno, já que ele é solúvel em água e é rapidamente eliminado pelo corpo. No entanto, isto significa que ele precisa ser tomado regularmente. A FDA considera os suplementos de colágeno como uma substância alimentar. Se você tomar o colágeno por causa de razões relacionadas com a beleza ou para suporte geral dos ossos não relacionada com uma artrite reumatóide, cerca de 5-6 gramas é o suficiente. Uma ótima opção é o "Super Colágeno + C, Tipo I e III", dos Laboratorios  Neocell. O frasco com 250 comprimidos está a venda por US $ 20 na Amazon. Se você estiver procurando tratar as dores da artrite, especialmente artrite reumatóide, as dosagem de colágeno II devem ser mais específicas e podem variar de 5 a 10 gramas por dia. O uso do colágeno tipo II reduz o inchaço, inflamação e dor nas juntas, e pode ser uma solução eficaz. Cirurgiões ortopédicos de Yale tem recomendado glucosamina e suplementos de colágeno para evitar uma cirurgia invasiva sempre que possível. Marcas como a Schiff Joint Free Plus com glucosamina MSM Chondroitin e o Mix em Pó de Colágeno contêm doses adequadas para estes fins.
  4. Selecione uma faixa de preço. Selecione uma marca que você pode se dar ao luxo de comprar para uso diário, sem ser prejudicado com o custo. Uma bom suplemento de colágeno, sem glucosamina, para diversos fins, é chamado "Super Collagen + C, Type I e III", dos Laboratórios  Neocell.
  5. Avalie alergias, medicamentos e estilo de vida conflituosos. Alguns suplemento em cápsula contêm açúcar, trigo, levedura, glúten, soja, sal, ou marisco, por isso você deve ler os rótulos dos frascos de vitamina para alguma alergia em potencial. O marisco é em especial um risco com um suplemento de glucosamina e pode entrar em conflito com algumas medicações para pressão arterial.