Como meditar (para iniciantes)

Você decidiu que é hora de melhorar sua vida e começar a aprender meditação. Provavelmente você ouviu sobre os inúmeros benefícios da meditação e de fato a meditação pode abrir mundos novos e emocionantes para você. O mais importante porém é que a meditação permite explorar as profundezas e riquezas do amor divino e ajuda a dar um foco novo em sua personalidade.

Aqui estão algumas dicas para iniciantes na meditação.

  1. Pense em metas elevadas para sua meditação, tão altas quanto puder. Use a meditação como uma ferramenta para alcançar inspiração, compreensão preciosa, conhecimento e outros benefícios que podem vir com ela. Não procure por nenhum tipo de poder, de controle ou manipulação de pessoas, senão suas metas serão muito baixas e seus esforços serão em vão.
  2. A meditação pode ajudá-lo a conectar-se a melhor com o mundo. Esta situação pode ser contrária ao que alguns pensam, mas fazer meditação não significa que você deve afastar-se do mundo. A meditação irá ajudá-lo a se conhecer melhor. A partir daí você será capaz de conectar-se melhor com sua família, amigos e colegas. Você vai entender melhor seu lugar no mundo, bem como suas interações com os outros.
  3. Encontre um lugar silencioso e agradável, onde ninguém irá incomodá-lo. Isto é especialmente importante para os novatos em meditação, já que uma atmosfera pacífica e tranquila pode ser um fator decisivo para o sucesso da meditação. Em estágios posteriores da meditação você será capaz de meditar em qualquer lugar, não importando o quão barulhento ele é.
  4. Antes de praticar sua meditação, comece relaxando. Em primeiro lugar, faça um relaxamento do seu corpo, seguido pelo pranayama – um exercício de respiração ritmada, e o pratyahara – a retirada dos sentidos do mundo exterior. Realizando a respiração ritmada - inalar, segurar a respiração e exalar - você irá acumular energia pranic, e revitalizar sua força vital e força espiritual. Durante o pratyahara, você deve ser um observador neutro de seus pensamentos. Não interfira nos seus pensamentos; apenas fique consciente dos mesmos, e deixe eles fluírem na frente de sua tela mental.
  5. Você deve meditar todos os dias, se necessário duas vezes por dia. Hábitos são diligentemente adquiridos e facilmente perdidos. Se algum dia você estiver angustiado, um simples exercício pode ajudá-lo. Acenda uma vela e coloque-a a cerca de 30 centímetros de distância, ao nível dos seus olhos. Simplesmente ao olhar para a parte azul da chama da vela por algum tempo é suficiente para realizar um relaxamento efetivo. Não desanime se as circunstâncias da vida interferirem na sua meditação e você ficar impossibilitado de fazê-la por algum tempo. Apenas volte para a meditação assim que puder.
  6. Não se esqueça de consultar seu guia espiritual. Seu guia pode ajudá-lo a superar muitos obstáculos. Mas lembre-se, existe um guia dentro do seu coração que você deve consultar constantemente. Tenha fé em si mesmo. Sua atitude positiva, calma e serenidade sempre irá ajudá-lo. Desenvolva conscientemente o seu amor à meditação. De acordo com o seu esforço, persistência e coragem, sua meditação vai ficar melhor a cada dia. Cada indivíduo é capaz de ter êxito. Há apenas diferentes tipos de obstáculos para pessoas diferentes.
  7. Lembre-se que mesmo a experiência de meditação mais superficial é mais valiosa que a mais profunda compreensão intelectual.