Como abrir uma creche bem sucedida em casa

Está procurando um jeito de ficar em casa com seus filhos enquanto ganha o sustento? Se sim, abrir uma creche em casa pode ser a resposta. As pessoas que abrem creches em casa normalmente cuidam de pequenos grupos de crianças, proporcionando um valioso serviço para os pais da comunidade, e consequentemente passando seus dias com seus próprios filhos também. Começar uma creche toma um pouco de preparação, mas com algum planejamento e um pequeno orçamento inicial, fazer uma creche bem sucedida em sua casa pode ser uma ótima maneira de ter o melhor dos dois mundos.

  1. Saiba as leis. Cada estado tem leis diferentes relativas a creches caseiras, por isso é importante se familiarizar com as leis na sua área. A maioria especifica o número de crianças que um prestador de cuidados infantis pode ter ao mesmo tempo, mas as leis variam muito. Alguns estados não requerem licenciamento, enquanto outros exigir que todos os funcionários sejam licenciados, outros permitem que os funcionários de creches com poucas crianças não sejam licenciadas, mas pedem licenciamento para grandes grupos de crianças.
  2. Ponha sua casa em ordem. Apesar da maioria dos lares com crianças já ter produtos para a segurança infantil, quando a casa se torna uma creche esses itens se tornam obrigatórios.
  3. Vá às compras. Será necessário comprar alguns suprimentos para creches para começar uma em casa.
  4. Faça aulas. Muitos estados exigem que todos os prestadores de cuidados infantis sejam certificada em CPR e em técnicas de salvamento, mas mesmo naqueles que não são, é sensato tomar medidas para estar preparado em caso de emergências. Quando os pais deixam suas crianças o dia todo fora, eles querem ter a certeza de que seus filhos estarão em mãos seguras e capazes.
  5. Ligue para seu agente de seguros. As apólices para casas normalmente não fornecem cobertura automática para negócios caseiros, mas a maioria das empresas oferecem uma opção para creches em casa. É vital que você seja amplamente assegurado no caso de uma criança ter uma lesão em sua casa. Se você planeja transportar crianças em seu veículo pessoal, certifique-se de que o seguro de seu carro ofereça cobertura também.
  6. Estabeleça as regras de seu negócio. Antes de matricular a primeira criança, você deve tomar algumas decisões. Que horas você estará disponível? Quanto você vai cobrar? Você está disposto a manter crianças doentes lá, ou fazer os pais ir buscá-los? Você quer ter contratos formais com os pais ou planeja ter uma abordagem mais casual? Não existem respostas "certas" ou "erradas" para essas perguntas, mas você deve ter uma idéia concreta sobre como deseja executar seu negócio. Estabelecer taxas pode ser traiçoeiros. Você precisa ser competitivo, mas não pode ficar no prejuízo. Ligar para outras creches na sua área para saber valores pode ajudar você a se decidir sobre um preço razoável para seus serviços.
  7. Faça seus arquivos. Apesar de não haver necessidade de uma enorme quantidade de documentos, toda empresa tem alguma. Manter arquivos sobre licenciamentos, contatos de emergência para cada criança, cópias dos seus contratos e regras, e recibos para dedução de imposto podem tornar sua vida muito mais fácil e se manter organizado.
  8. Divulgue. Falar sobre seu novo negócio é fundamental, principalmente quando você está começando. Colocar anúncios em jornais locais pode ser útil (guarde os recibos - despesas de publicidade são dedutíveis do imposto!). Você pode também simplesmente postar panfletos em quadros de avisos de lojas locais. Não se esqueça de avisar todos que você conhece de que está procurando clientes; uma rede de amigos pode ser uma poderosa ferramenta para gerir uma creche bem sucedida em casa!