Como lidar com a perda de cabelo feminina

O primeiro impulso de uma mulher tipicamente é entrar em pânico se ela descobre perda de cabelo. Muitos homens entram em pânico também! Para as mulheres, a perspectiva de perder cabelo pode ser ainda mais difícil emocionalmente. Mas há maneiras de lidar com a perda de cabelo feminina. Com o entendimento correto da sua condição e o conhecimento dos tratamentos disponíveis, você pode ressurgir com sucesso das desgraças da perda de cabelo e recuperar aquela confiança que você sempre teve.

Uma grande parte da perda de cabelo feminina pode ser atribuída a três condições.

  • Alopecia androgenética é de longe o tipo mais comum de perda de cabelo feminina. Quando você ouve pessoas falando sobre “padrão feminino de queda de cabelo”, elas estão falando sobre isso. O padrão feminino de queda de cabelo pode ocorrer em qualquer lugar do couro cabeludo. As raízes de cabelo na área de desbaste irão continuar a substituir os cabelos caídos por novos, mas eles serão progressivamente menores até que o cabelo seja quase invisível. Apesar de a alopecia androgenética poder afligir mulheres de 20 e poucos anos e começar lentamente mesmo tão cedo quanto na puberdade, a maioria das mulheres com padrão feminino de queda de cabelo o tem após a menopausa.
  • Mulheres com irão sofrer com áreas de perda de cabelo desiguais espalhadas pela cabeça. O culpado? Nosso sistema imunológico. Neste caso, o corpo está de fato atacando os cabelos.
  • Casos de telogen effluvium aceleram a perda de cabelo de forma similar, mas com um efeito mais previsível de perda de cabelo logo atrás da linha do cabelo e se alongando para trás até o topo da cabeça.

Que tipo de perda de cabelo você está sofrendo? É um desbaste gradual em uma parte ampla do seu couro cabeludo, ou um desbaste mais rápido em locais específicos? Marque uma consulta com um dermatologista ou clínico geral, para que você possa diagnosticar a condição. Assim como a perda de cabelo feminina pode se apresentar e se comportar de maneiras diferentes, ela também pode responder melhor a diferentes métodos de tratamento.

1.    Genes e hormônios. Muitos consideram que o padrão feminino de perda de cabelo seja genético, mas ambos os genes e hormônios estão trabalhando. Às vezes a perda de cabelo não responde completamente ao tratamento, mas pode ser desacelerada drasticamente com o tratamento.
  • Rogaine, um produto que contém a medicação minoxidil, tem sido bem sucedido em diferentes graus no tratamento ou desaceleramento deste tipo de perda de cabelo.
  • Antiandrogênios também podem combater o padrão feminino de perda de cabelo. Alguns cabelos são geneticamente mais suscetíveis aos efeitos de certos hormônios chamados androgênios. Apesar de alguns antiandrogênios não estarem disponíveis no país porque a FDA não os aprovou, outros são prescritos aos que sofrem deste tipo de perda de cabelo.  
  • Mudanças nos hormônios trazidas pela gravidez, pílula e menopausa também podem causar desbaste nos cabelos. Algumas oscilações de hormônios são esperadas, como no caso de gravidez, e irão corrigir a si mesmas. Mas se o seu médico detectar um desequilíbrio hormonal mais crônico, pode ser administrado um tratamento hormonal para restaurar o equilíbrio e talvez acabar com a perda de cabelo.
2.    Estresse. Algumas mulheres sofrem de desbaste capilar por causa de um episódio intensamente estressante em suas vidas. O telogen effluvium e a alopecia areata freqüentemente ocorrem imediatamente após – ou, em muitos casos, dois ou três meses depois – um evento realmente estressante (apesar de que a alopecia areata pode algumas vezes ocorrer aparentemente do nada). Não parece justo, não é? A boa notícia é que este tipo de perda de cabelo pode corrigir a si mesma dentro de poucos meses. A notícia menos agradável é que podem se passar anos até que a perda de cabelo seja revertida, e outras vezes a condição é mais crônica. É por isso que mulheres com essa condição freqüentemente usam Rogaine. E no caso da alopecia areata, os médicos às vezes administram injeções de cortisona nos pontos de desbaste. Um dos maiores passos que você pode tomar para lidar com estes tipos de perda de cabelo é livrar-se do estresse!
3.    Dieta. Tome sua dose diária recomendada de vitaminas B, ácido fólico e ferro. Assim como a dieta pode afetar a saúde de outras áreas do seu corpo, ela também pode afetar a saúde do seu cabelo. A telogen effluvium pode de fato ser causada por deficiência de proteína.
4.    Quimioterapia e medicamentos prescritos. A quimioterapia causa uma forma de perda de cabelo conhecida como anagen effluvium. Geralmente leva só algumas semanas para que o cabelo retorne após a quimioterapia. Mas alguns medicamentos prescritos, desde antidepressivos até medicamentos para pressão sanguínea, também podem causar perda de cabelo feminina. Fale com o seu médico sobre o remédio que você toma e estude os efeitos colaterais possíveis. É muito provável que um medicamento diferente e igualmente eficaz exista sem o indesejável efeito colateral possível da perda de cabelo.
5.    Condições médicas mais sérias. A perda de cabelo pode ocasionalmente ser um sinal de outras doenças que exigem atenção médica. Diabetes, doença de tireóide, lúpus e HIV/AIDS às vezes podem causar perda de cabelo. Fale com o seu médico para garantir que a perda de cabelo seja estritamente um problema cosmético.
6.    Idade. A perda de cabelo também é simplesmente um efeito da idade para a maioria de nós. Homens e mulheres tendem a perder cabelo à medida em que envelhecem. Muitas pessoas não percebem que tantas mulheres perdem cabelo gradualmente com a idade, mas por algumas avaliações metade de todas as mulheres na pós-menopausa sofrem de perda de cabelo.


Fale com seu médico para encontrar o melhor tratamento para você. O médico irá querer ouvir sobre o seu ciclo menstrual, sua dieta, que medicamentos você toma, e quaisquer doenças recentes ou estresse intenso. Podem ser necessários exames de diagnóstico para apontar a causa da perda de cabelo. À parte dos tratamentos disponíveis para combater as diferentes formas de perda de cabelo, você pode encontrar força em outras pessoas entrando em fóruns ou grupos de suporte. Forme uma rede de suporte enquanto você lida com a perda de cabelo feminina. Ao fazer isso, você também pode aprender sobre os vários métodos estilísticos que escondem muito bem a perda de cabelo. Se feito de forma correta, até algo tão simples quanto enrolar o cabelo pode criar a impressão de um cabelo mais grosso e saudável. Acima de tudo, nunca fique embaraçada ou envergonhada – a perda de cabelo é algo que muitas mulheres experimentam e tratam com sucesso. Você irá raramente ouvir sobre isso apenas porque a maioria destas mulheres estavam embaraçadas ou envergonhadas também! Você não está sozinha, e o conhecimento atual sobre a perda de cabelo feminina a equipa com algumas armas poderosas para recuperar o seu cabelo.