Como se alongar para balé

Você está sonhando em ser uma primeira bailarina? Maravilha! Porém, antes de fazer um grand jeté ao pôr-do-sol, é imperativo que você prepare seu corpo para os movimentos, alongando-o. Alongando esses ligamentos, você vai aquecer os músculos, permitir uma maior flexibilidade em si mesmo, e sobretudo, evitar lesões! Vale a pena tirar alguns minutos, certo? Vamos começar.

Primeiro de tudo, esqueça tudo aquilo que você ouviu falar sobre quanto tempo você "deve" manter um alongamento - a verdade é, você deve segurá-lo até que a tensão inicial que você sente em seus músculos começa a desaparecer quando você alonga. Se você estiver procurando um lugar para começar, tente segurar durante um período de 30 segundos, mas não se preocupe se você não conseguir fazê-lo de imediato - quanto mais vezes você realizar a sua rotina de alongamento, melhor você vai conseguir fazer. Tenha em mente que os alongamentos ficarão ainda mais fáceis e mais benéficos para o seu corpo quando você iniciar um deles com um aquecimento de cinco minutos de caminhada ou skate, dança, elíptico, ou seja lá como você preferir colocar o seu sangue em movimento.

Esses alongamentos irão relaxar todos os principais grupos musculares que normalmente se usa em balé - na verdade, você que corre pode reconhecê-los, já que eles são comumente utilizados pelos corredores. Enquanto estiver realizando-os, tente se concentrar em manter uma postura excelente, e manter os quadris e os pés virado para fora.

  • Alongamento Bezerro: Fique em pé com os pés lado a lado. Coloque as mãos em seu quadril, e coloque a sua perna direita para trás, atrás do seu corpo. Sua perna esquerda deve ser dobrada, sua perna direita deve estar esticada, e ambos os pés devem estar apontados para frente. Permita que seu corpo se incline para frente devagar, mantendo os seus pés planos em todos os momentos. Segure-o por quanto tempo você puder e, em seguida, alterne as pernas e repita.
  • Alongamento tendão de jarrete: Sente-se no chão, estique as pernas para fora na sua frente, e aponte para os dedos dos pés. Em seguida, se incline para frente na cintura e alcance seus dedos. Segure esta posição (mantendo o seu nariz pressionado nos joelhos) por cerca de trinta segundos, e então flexione seus pés, segurando o alongamento. Segure isso durante o tempo que você puder.
  • Alongamento Quadrado: Enquanto estiver de pé, coloque a sua mão direita para trás do seu corpo e pegue o seu tornozelo direito, para que você fique pé como uma cegonha. Lentamente, puxe o tornozelo para cima em direção a sua cabeça (garantindo que o seu calcanhar esteja sempre virado para o seu pescoço) e segure-o o mais alto que puder. Alterne as pernas, e repita. Tome cuidado para não arquear as costas em excesso quando estiver fazendo este alongamento.
  • Alongamento Dividido: Enquanto sentado, abra suas pernas em ambos os lados o máximo possível. Dobrar a partir da cintura, estique seu corpo sobre a sua perna esquerda, mova lentamente para o espaço central entre as pernas e, em seguida, lentamente, sobre a sua perna direita.
  • Alongamento Relevé: Fique em pé na segunda posição (pés afastados na largura dos ombros, virar a partir do quadril), e eleve lentamente o seu corpo para cima até que você esteja se equilibrando nas pontas de seus pés. Segure os lindos braços de balé sobre a cabeça, e fique em equilíbrio o máximo que você puder.