Como escrever uma carta de demissão

Por mais que você goste do seu trabalho, é provável que chegue um momento em que você e seu patrão vão decidir ir para caminhos diferentes. Talvez seja para uma oportunidade melhor, para passar mais tempo em casa com seus filhos, ou para começar o seu próprio negócio em casa. Seja qual for o motivo da sua saída, é importante saber como escrever uma carta de demissão profissional e concisa.

  • Seja profissional. Não importa qual seja o seu motivo para abandonar o seu cargo, deixe a sua animosidade de lado quando for escrever a sua carta de demissão. Se você ainda está com raiva, espere uma hora (ou um dia) antes de escrever a carta. Além de ser educado, certifique-se que tudo em sua carta está escrito corretamente e está gramaticalmente correto. Lembre-se: cartas de demissão permanecem em seu arquivo durante anos e anos. Certifique-se de que o que você escrever ainda irá representá-lo favoravelmente, em cinco ou dez anos.
  • Inclua as informações necessárias. Sua carta de demissão deve incluir algumas informações básicas, tais como a data que você vai sair ou se você concorda com outros termos, tais como trabalhar até que um substituto possa ser encontrado. Padrões profissionais solicitam que os empregados dêem um aviso prévio de pelo menos um mês antes da sua partida, embora os empregadores têm a opção de aceitar ou não esse aviso.
  • Deixe-a simples. A carta de demissão ideal é curta e direta. Evite cartas longas que tentam explicar a sua partida. A carta de demissão ideal deve conter:
    • Um parágrafo de abertura afirmando que você está de partida e a data.
    • Um segundo parágrafo agradecendo ao seu empregador pela sua consideração e pelo emprego.
    • Um parágrafo de encerramento, desejando muitas felicidades ao seu empregador (se aplicável) ou simplesmente resumindo a carta.
  • Coloque um tom positivo. A carta de demissão  não é lugar para discurso retórico sobre seus colegas de trabalho, subordinados, sua baixa remuneração, ou outras injustiças reais ou percebidas. Se esforce para um tom positivo na sua carta. Você está saindo; você pode ser generoso para com o seu empregador.
  • Agradeça a seu empregador. Seu patrão te contratou, te treinou, e te pagou por anos (ou meses). Por mais difícil que possa parecer no momento, agradeça ao seu empregador pelo seu tempo com a empresa. É raro um emprego onde não é possível encontrar pelo menos uma coisa agradável a dizer.
  • Envie a carta de demissão. Enviar uma carta de demissão ou entregá-la pessoalmente é a maneira profissional de se terminar uma relação de negócios. Não fique tentado a simplesmente sair. Se você não tem certeza das suas habilidades de escrita, peça a um amigo ou membro da família para escrever para você.


A maioria de nós terá que escrever uma carta demissão uma vez ou outra durante as nossas carreiras profissionais. Não deixe que a perspectiva lhe cause estresse. Basta seguir os passos acima e, em seguida, avançar e concentrar-se nas suas novas oportunidades de emprego.