Como escrever Horror

Você já leu um livro que fez você temer a própria sombra? Já leu palavras que são tão intensas que fizeram você se arrepiar? Você não amaria escrever um livro que fizesse as outras pessoas se sentir exatamente igual? Pegue uma caneta e comece a escrever algo tão assustador que acabará ficando assustado.

  • Escreva sobre o que te assusta: você não pode produzir um bom horror ou conto se não deseja confrontar seus próprios medos. Você deve desejar cavar fundo na sua própria alma. Você também pode se forçar a imaginar a si mesmo em situações assustadoras. Se você se permitir ser o principal personagem, então você fará com que o personagem pareça mais real, pois estará colocando seus medos, ansiedade e emoções nele.
  • Estude a arte: se você tem o desejo de escrever horror, então você deve ter a paixão de ler livros de terror e assistir filmes do mesmo gênero. Não se incomode de tentar escrever um livro de terror se não gosta de lê-los. Leitura é a fundação da boa escrita. Através da leitura de outros livros, você se desenvolverá como escritor em substância e estilo. Ao ler outras histórias de terror, você não estará roubando suas idéias. Além disso, se você quiser ler um livro muito bem escrito que o ajudará a ficar mais conhecido na escrita do gênero, On Writing de Stephen King é ótimo. Também é uma ótima idéia falar com outros escritores de horror. Você pode encontrar e tornar-se amigo de escritores em sites como Horror Writers Workshop.
  • Tempo. Alguns escritores de horror têm sido bem sucedidos criando seu próprio tempo em um livro de horror, ao invés de seguir as regras típicas. As regras típicas, entretanto, são ótimas de seguir. Um ótimo meio de começar seu livro é ir direto ao suspense. A cena mais assustadora não deve estar no início; você deve nos levá-la até ela. Apenas comece com algo que pegará a atenção dos leitores.
    Tome o tempo necessário para estabelecer coisas assustadoras e capture o medo dos cenários de sua história. Muitos escritores querem correr nas descrições pensando que a rapidez é sempre o objetivo. Mas enquanto a rapidez ao contar uma história pode ser ótima em alguns casos, você deve diminuir para valorizar o horror de momentos mais quietos também. Sem as partes mais vagarosas, os momentos mais rápidos não seriam tão explosivos.
    Além disso, através da história, você quer incomodar seus leitores. Coloque-os cenas assustadoras que não são tão assustadoras no final. Dê-os a sensação que algo assustador está vindo, então quando eles menos esperam, coloque-os no clímax mais assustador da história. Antes do clímax, é sempre uma boa idéia descrever quão assustador o vilão ou o monstro é.
  • Evite clichês de horror. Um gato preto passando por uma ruela. Um barulho estranho vindo das florestas de que cercam uma fogueira. O quarterback e a líder de torcida ficando num conversível quando de repente um monstro corta a cabeça dela fora. Todos estes cenários instantaneamente trazem memórias pois são alguns dos mais óbvios clichês de horror. Explore caminhos originais para criar horror em sua história. Talvez suas cenas envolvam elementos de horror clássico unidos de um toque único, ou talvez os cenários não lembram horror pastado em nenhum momento.
  • Escreva de forma realista: o que torna uma história tão assustadora é quão real ela parece. Embora a maioria do horror é ficção, ele deve parecer como se poderia acontecer. Para escritores iniciantes, escreva sobre sua própria cidade e situações de Cida. Então adicione medo, como um assassino ou um fantasma, Comece com um local real, pessoas ou situações que tornarão sua história de horror soar real instantaneamente.
  • Hábitos de escrita: quando escrever uma história de terror, você perderá algum de seus momentos mais emocionantes se demorar dias entre a escrita. É crucial ficar em contato com seus personagens e manter a intensidade elevada escrevendo todos os dias.
    Você também pode descobrir que escreve melhor quando está prestes a ficar com medo. Tente escrever no sótão ou no porão. Ou escreva durante a noite quando tudo está quieto. Aquilo deve intensificar sua escrita.


Escrever horror leva tempo, prática e alguma imaginação. Lembre-se, o melhor caminho a saber se seu livro assustará seus leitores é se você está assustado o escrevendo.