Como desenhar mangá

Mangá é um termo japonês que significa quadrinhos. Quadrinhos japoneses são completamente distintos do estilo padrão quadrinhos e livros desenhados que estão expostos no ocidente. Quadrinhos Mangá (por falta de uma melhor expressão) são histórias gráficas normalmente sendo desde folhetins publicados em jornais ou revistas, ou uma longa história inteira. O que torna o mangá único é o estilo de arte utilizada. Em sua maioria, são desenhos caneta-e-tinta com base em contornos limpos, os personagens frequentemente são feitos com grandes olhos ou partes do corpo que estão fora de proporção com as outras e as emoções são transmitidas brincando com características faciais enquanto se desenha. Se você está interessado em aprender a desenhar no estilo mangá, leia as instruções listadas abaixo.

  • Materiais necessários. Para iniciantes, os materiais necessários são lápis com diferentes graus de grafite, papel de desenho ou normal, uma régua normal pequena e uma borracha amassada. Artistas avançados podem fazer uso de papel de desenho de diferentes graus de qualidade e um conjunto que inclui canetas, marcadores, papel e tinta especialmente adaptados para desenho de mangá.
  • Criando as formas básicas. Formas geométricas, como círculos, quadrados, retângulos, cilindros e cones formam a estrutura básica para o esboço do estilo mangá. O segundo fator fundamental para lembrar quando se desenha nesse estilo é a fonte e a intensidade da luz caindo sobre as imagens, o que é evidenciado por várias técnicas de sombreamento. Pratique desenhar as formas geométricas básicas e aprenda a criar sombras ou o efeito de sombreamento usando uma fonte de luz imaginária colocada em diferentes pontos.
  • Desenhando formas humanas. O esboço desempenha um papel muito importante na criação de figuras humanas no mangá. Um esboço básico será composto por um desenho circular / formato oval para o rosto e uma linha de esqueleto para o corpo. Complemente o quadro esquelético utilizando cilindros para os braços e pernas, esferas onde os ombros e várias articulações musculares serão colocados. Conecte as articulações e aperfeiçoe as linhas para criar uma figura completa e, em seguida, adicione características faciais, cabelo, dedos, pés, etc. Apague as linhas de esboço, cilindros e esferas para obter uma imagem limpa.
  • Desenhando os olhos. Olhos grandes e bem abertos são uma característica específica de desenho mangá. Ambos os olhos devem ter das mesmas dimensões. Comece com o desenho de uma linha que curva para cima, abaixo desta curva desenhe um formato oval que será o olho em si com as pupilas e a íris (faça outro oval no primeiro oval em direção à parte superior). Realce o início curva para dar a aparência de pálpebras. Desenhe os cílios após a curva, para a pálpebra inferior você pode usar uma linha curva para baixo. Adicione sobrancelhas e sombreie todo o olho utilizando a técnica de imaginar a fonte de luz para que algumas áreas fiquem escuras, enquanto outras podem ser mais claras.
  • Desenhando o rosto e a cabeça. Em vez de utilizar o tradicional oval para o rosto, o mangá usa o círculo, que é dividido em 3 partes na horizontal e na metade na vertical. A linha da curva descendente deve ser traçada abaixo do círculo para retratar a linha do queixo e maxilar inferior. Preencha os olhos, nariz e boca utilizando o realces como uma borda de referência. Na parte superior do círculo, você pode adicionar cabelo ou um boné ou chapéu ou outro tipo de acessório.


As etapas acima dão orientações para desenhar figuras e recursos básicos de mangá e. Pratique essas técnicas até que esteja razoavelmente proficiente, antes de passar para técnicas mais complexas, tais como desenhar cenas de ação, fazer painéis de história e fazer a transição de um painel para criar uma outra história.