Como recuperar seu limite de crédito

Seu limite de crédito é um dos fatores mais importantes na hora de pedir empréstimos, pedir hipoteca de uma casa, financiar um carro ou ser aprovado para um novo cartão de crédito. Recuperar seu limite é essencial se você quer aproveitar as melhores ofertas disponíveis. Um alto crédito dirá a quem te emprestará dinheiro (agiotas, bancos) que você é confiável e um baixo crédito te rotula como uma pessoa arriscada de negociar, fazendo com que as pessoas te cobrem juros mais altos – isso se não rejeitarem seu pedido de empréstimo de cara.

Itens negativos no seu extrato, tenham eles sido pagos ou não, pode ser um fator devastador para o extrato. Muitas pessoas não percebem que os serviços crediários frequentemente cometem erros na hora de passar as informações do extrato, o que afeta então as contas das pessoas inocentes – de fato, um estudo feito em 2004 descobriu que um em cada quatro extratos de crédito contêm vários erros. Se ninguém se mexer para corrigir estes erros, eles poderão ter um grande impacto na sua capacidade de conseguir ou não empréstimos ou de ser qualificado para receber um novo cartão, por exemplo. Mesmo se os itens negativos estiverem corretos, ainda há esperanças de recuperar seu crédito! Seguindo os cinco passos listados abaixo, você poderá eliminar os itens negativos de seu extrato e aumentar seu limite, pavimentando então o caminho para ter facilidade em obter empréstimos e cartões de crédito.

  • Peça seu extrato.Caso você queira começar a recuperar seu limite, você terá que contactar cada um dos serviços crediários – Experian, Equifax e TransUnion – para conseguir uma cópia do seu extrato. Tenha certeza de pedir o relatório de todos os três, porque a informação que eles contêm pode ser diferente. Por exemplo, se algum deles cometeu um erro, o erro pode não ter sido registrado nos outros dois. Alguns estados obrigam que estes serviços te mandem o extrato/relatório todo mês de graça. Se o seu estado não for um desses, você ainda pode conseguir um relatório de graça se itens negativos foram informados e registrados recentemente ou se você teve crédito rejeitado por conta do limite.  Caso contrário, você terá que pagar para obter seu relatório de créditos mas a taxa é pequena se você pedir somente o relatório básico.
  • Estude seus relatórios de crédito.Assim que você tiver os três relatórios, você terá que examinar um por um com cuidado. Primeiro, procure por possíveis erros que podem gerar certo impacto na conta, como:
    • Limites de cartão de crédito que foram registrados com valor menor do que eles têm. Isso pode fazer parecer que você tenha uma maior porcentagem de crédito disponível do que você realmente tem.
    • Contas que não te pertencem. Ter contas adicionais no seu relatório pode dar a impressão de que o seu limite é maior do que realmente é.
    • Relatos errados de pagamentos atrasados e outros itens negativos.Estes itens negativos podem gerar um grande impacto. Tenha certeza de que você não está sendo culpado por um pagamento atrasado que foi feito em dia!
    • Contas que são falsamente registradas como problemáticas.Tenha certeza de que o seu limite corresponde corretamente ao seu status bancário.
    • Itens negativos com mais de sete anos ou falências com mais de dez anos. Os itens negativos devem caducar em sete anos.E em caso de falência, caducará em 10 anos, é um pouco mais demorado.
    • Contas registradas como não pagas que foram eliminadas nos procedimentos de falência. Se você declarou falência, as contas que estavam afiliadas devem não mais serem registradas como não pagas.

  • Você também pode chegar seu relatório crediário para corrigir itens negativos que você quer que sejam removidos, caso possível. Bons candidatos à tal incluem:
    • Itens negativos que lhe pertencem e você acredita que possa contestá-los.Por exemplo, se você fez um ou dois pagamentos atrasados em uma conta que está em bom estado e status, você pode convencer seu agente bancário de remover o item negativo do seu relatório.
    • Itens negativos que lhe pertecem mas datam alguns anos. Os agentes bancários geralmente pouco se importam com antigos escorregões no seu histórico e podem não se incomodar em verificar a informação se você contestá-la com o serviço de crédito.

  • Conteste quaisquer erros.Se você achar qualquer erro no seu relatório, você deverá mandar para cada serviço crediário uma carta contestando os mesmos.Você também deve anexar fotocópias de quaisquer documentos que comprovem sua reclamação. Mantenha cópias de toda sua correspondência e quando enviar as cartas sempre peça um comprovante de volta pelos seus registros. Uma vez que os crediários receberem sua carta eles contactarão seus agentes bancários e se ele não verificar a informação em um prazo de 30 dias o item será prontamente removido do seu relatório. No entanto, às vezes você precisará repetir o processo afim de fazer com que os erros sejam certamente removidos, então cheque novamente seus relatórios após um ou dois meses. Se o problema persistir, você pode enviar uma carta ao seu agente bancário pedindo correção do erro.
  • Tente remover os itens negativos corretos também.Mesmo que os itens negativos no relatório estejam corretos, removê-los é essencial se você quiser aumentar seu limite.Existem dois tipos de registros de itens negativos que você pode estar apto a remover são os itens de uma conta em bom status e os itens negativos de anos atrás.
    • Itens negativos em contas em bom estado.Se você está com “uma boa media” com seus credores e a sua conta está “em bom estado”, talvez eles não se importem em remover os registros de pagamentos atrasados. Você deve mandar uma carta formalizando seu pedido. Tenha certeza de manter um arquivo com cópias de sua correspondência e sempre peça de volta algum comprovante dos seus relatórios e registros. Se o seu credor não concordar com o pedido, talvez você possa dar um tempo e pedir novamente.
    • Itens negativos que são de alguns anos atrás.Com certa frequência os credores não se importam muito em verificar os itens negativos que têm mais de alguns anos e isso pode funcionar ao seu favor. Se você acha que existe alguma possibilidade do seu credor não verificar algum item negativo antigo, você pode contestar tal item por dizer que ou a cobrança foi injusta ou que o item é um erro.

  • Adote os hábitos de melhorar seu crédito à longo prazo.Um esforço sincero em recuperar seu limite também pode incluir planejar o futuro. Se você obteve ou não sucesso na remoção dos itens negativos do seu relatório, melhorar seus hábitos pode te ajudar à longo prazo. Aqui estão algumas dicas para manter seu crédito no positivo no futuro:
    • Mantenha seu débito do cartão de crédito aproximadamente na metade do seu crédito disponível. Seu limite funcionará melhor se você não estourar os cartões de crédito com frequência.
    • Carregue de dois a quatro cartões de crédito.Poucos cartões não te ajudarão a criar um histórico de crédito respeitável. Muitos cartões e os credores te verão como confiável.
    • Mantenha seus cartões mais antigos.Mesmo se você fechar algumas contas de cartões, tenha certeza de manter os mais antigos. Contas bem estáveis ajudam no limite e nos relatórios com a demonstração de um histórico de crédito duradouro.
    • Só peça o quanto voice realmente precisa.Se você já tem bastante crédito e sempre pede mais, você só vai danificar seu limite e relatório.


Seu crédito é uma das partes mais importantes da sua vida. Menor seu crédito, mais dinheiro você perderá em taxas interessantes para cartões de crédito, empréstimos para financiamento de carros e hipoteca – caso você seja aceito para tais. Com sorte, um pouco de tempo e paciência você conseguirá recuperar seu crédito e assim estará apto a ter melhores oportunidades em cartões de crédito e empréstimos.