Como escolher armários de cozinha

Escolher armários para sua nova cozinha pode ser um pouco estressante - prontos vs feitos sob medida, madeira vs aço inoxidável, acabamentos naturais vs acabamentos pintados - a lista de opções parece interminável! Concentre-se em suas preferências, uma de cada vez, e em breve você vai descobrir que escolher os armários perfeitos é tão fácil como comer uma torta!

1. Orçamento. Toda vez que você iniciar qualquer construção ou projeto de reforma, o seu primeiro passo deveria ser decidir o que pretende gastar. Em projetos de cozinha, especialmente, os custos podem rapidamente sair de controle com uma melhorazinha aqui, outra ali, e só um pouco mais ali adiante! Depois de ter decidido qual é o seu orçamento global, corte essa quantia pela metade. Este deve ser o orçamento para os seus armários. Parece excessivo, uma vez que você também pode precisar comprar eletrodomésticos, pisos e balcões, mas os armários normalmente são o maior investimento financeiro em uma cozinha.

2. Tipo de fabricação. Assim que tiver decidido sobre o orçamento, esta questão torna-se muito mais fácil. Existem três tipos de fabricação de armários - prontos, semi-personalizado e sob medida. Armários prontos são os que você encontra em lojas de móveis. São fabricados em um número limitado de medidas, com um número limitado de opções e de materiais. Por eles não serem feitos para caber exatamente na sua cozinha, pode ser necessário usar tiras de preenchimento para disfarçar o espaço entre os armários e as paredes. Mas os armários prontos têm muitas vantagens. Mesmo que você tenha escolhas limitadas, eles são feitas com os acabamentos, tamanhos e materiais mais populares. Assim, embora talvez não possa obter uma peça única, você ainda poderá eventualmente encontrar exatamente o que deseja. Os armários prontos são a opção menos dispendiosa de fabricação, dos três tipos de armários. No entanto, isto não significa que seu custo de fabricação seja menor. A qualidade dos armários prontos pode ser tão boa quanto a dos móveis sob medida.

Os armários semi-personalizados são fabricadas depois que você faz uma encomenda junto ao fabricante do armário. Uma vez que eles são feitos por encomenda, você terá mais opções do que com armários prontos. Você poderá escolher entre gavetas deslizantes, copas, dimensões fora de catálogo, assim como um mais vasto leque de materiais e acabamentos. No entanto, eles não são feitos sob medida, por isso as suas opções não são ilimitados. Os armários semi-personalizados são mais caros do que os comprados prontos em lojas.

Os armários personalizados são o "crème de la crème" dos armários de cozinha. Podem ser feitos por uma fábrica de móveis sob medida, ou em uma marcenaria. Por serem feitos exatamente de acordo com suas especificações, você pode escolher a partir de quase qualquer material ou acabamento possível. Também é possível projetar armários que irão maximizar o espaço na sua cozinha. Se você quiser armários que se parecem mais com mobiliário do que com guarda-louças,um fabricante de móveis sob medida pode fazê-lo, também. Naturalmente, o preço de todas essas opções pode chegar a ser exorbitante - armários personalizados são, de longe, a opção mais cara.

3. Estilo. Antes de tentar escolher um estilo para seus armários de cozinha, consulte revistas e livros de projetos para cozinhas e assinale imagens de cozinhas que você gostou. Você provavelmente vai começar a notar uma tendência nas cozinhas que admira. Isso pode tornar muito mais fácil a sua decisão sobre um estilo de armário. É difícil andar em um show-room de armários e escolher quais os que irão parecer melhor em sua cozinha. No entanto, se você já sabe que gosta de um visual mais funcional e moderno, do que armários com muitos detalhes esculpidos, isto pode ajudá-lo a se concentrar naqueles que melhor refletem o seu estilo.

Existem muitos estilos diferentes de armários, mas a maioria é classificada pelo design da porta. Um tipo comum é a porta inteiriça. É composta por uma única porta lisa, que cobre toda a frente do gabinete. Se você gosta de um visual limpo e sóbrio, este é o design para você. O estilo número dois é o painel de portas em alto relevo. Estas portas têm uma moldura de madeira que são coladas ao longo do topo da porta. Pode ou não ter uma borda decorativa anexada à moldura. As portas em alto relevo tendem a combinar melhor com cozinhas formais, elegantes. O terceiro estilo é a porta vazada. Nesse estilo, um painel é afixado atrás da moldura da porta do armário. Estes tipos de armários refletem um estilo rústico (country), e a moldura na frente do painel também pode vir dividida em duas seções. Você também pode escolher entre portas com diferentes tipos de arcos na parte superior da moldura.

4. Material. Aqui é onde as escolhas difíceis realmente começam! Você costumava poder escolher armários em metal pintado ou madeira sem mancha. Era isto - duas escolhas! Agora, existem tantas opções, que você poderia passar um dia inteiro em um show-room de armários e não ter tempo de vê-los todos.

Primeiro, você terá que escolher entre armários de madeira, metal ou laminados. A madeira é durável, vem em grande variedade de cores e acabamentos, e pode ser pintada em qualquer das cores do arco-íris. Mas pode empenar com o tempo, e muito provavelmente vai se expandir e encolher com os níveis de umidade da sua cozinha. Com os corrediços de madeira que eram usados antigamente para abrir e fechar gavetas, havia um problema porque as gavetas tinham a tendência de deformar um pouco, conforme a umidade. Atualmente, a maioria dos corrediços usa um sistema com esferas ou "rodinhas" para deslizar as gavetas, então este problema foi eliminado. Os armários de metal em geral são feitos de aço inoxidável. Combinam melhor com ambientes (cozinhas) muito contemporâneos, embora você possa moderar este efeito combinando-os com armários de madeira. Os armários de aço inoxidável são muito duráveis e fáceis de limpar, mas manchas e riscos aparecem imediatamente e muito facilmente na sua superfície. O aço inoxidável é mais caro do que a madeira, mas você pode encontrar armários cuja estrutura principal é feita de madeira compensada, e as portas são de aço inoxidável. A opção mais barata são os laminados. Estes são feitos com múltiplas camadas de papelão (exatamente, como pacotes de armazéns ou mercadinhos), uma camada de papel decorativo, e então um plástico selante. Todas estas camadas são coladas umas às outras sob pressões muito altas. A vantagem dos armários laminados, além de seu preço, é que podem ser adquiridos em absolutamente qualquer cor. A desvantagem é que a pintura pode lascar, e isto é quase impossível de consertar porque a cor tem a profundidade de apenas uma camada.

5. Madeira. Se você optou por armários de madeira, ainda tem outra bateria de escolhas para percorrer. Você tem que escolher qual a madeira que você deseja.

• O amieiro é uma madeira que apenas recentemente passou a ser considerada como um material para armários. Tem muito poucos veios, é muito clara, aceita pigmentação muito facilmente, de modo que pode ser colorida de qualquer matiz que você quiser.

• A bétula é a opção menos dispendiosa em materiais para armários, e é o material mais comumente usado em armários prontos. É geralmente muito clara, mas pode variar em porosidade, por isso, se você a manchar pode não permanecer um colorido tão uniforme quanto você gostaria.

• A cerejeira tem sido utilizada há décadas em cozinhas de luxo. Tem um veio muito liso, uniforme e aspecto muito elegante. Ela pode ser pigmentada de muitas tonalidades, mas o mais comum é o marrom avermelhado escuro.

• O ébano é uma madeira muito escura, quase negra, com um veio escuro destacado. Pode fazer a sua cozinha passar uma impressão muito exótica, mas é muito caro.

• A nogueira é outra opção. É uma madeira muito dura com muito boa apresentação. Tem um veio reto pronunciado, e "sente-se em casa" em cozinhas country.

• O bordo é a escolha número um para armários de cozinha atualmente. Tem um veio suave e bonito que aceita bem as cores, e então pode se misturar bem com sua cozinha, não importa qual seja o estilo.

• O mogno está  ganhando popularidade como opção de material para armários. É muito escuro, com um veio reto, de forma que ele combina melhor com cozinhas formais.

• O carvalho tem sido tradicionalmente a escolha mais popular para armários de cozinha, e é fácil perceber porquê. Possui uma textura grossa que podem ser tornada mais acentuada, com uma pigmentação escura, ou enfraquecida com uma pigmentação mais clara. É muito durável e não se expande com a umidade tanto quanto outras madeiras.

• O pinho é uma escolha bem pouco dispendiosa para armários. É de cor clara, e aceita bem a pigmentação. Tem um veio definido, possivelmente até com uns poucos nós, para lhe conferir um caráter, por isso é melhor adaptado a cozinhas menos formais

• A escolha final de madeira para armários de cozinha é a nogueira. A nogueira é muito escura, embora não tão escura como o ébano. Tem um veio aberto, o que significa que a textura que ocorre naturalmente na madeira é muito aparente. A nogueira é normalmente mais cara e só pode ser obtida através de fabricantes de móveis personalizados.

Uau! Isso é um monte de escolhas! Felizmente, você está na reta final. Só mais algumas decisões a fazer e você estará pronto para selecionar os armários perfeitos para a cozinha dos seus sonhos.

6. Acabamentos. Quando você tiver escolhido um material para o armário, precisa decidir sobre um acabamento. Se você optou por armários laminados, tudo que precisa fazer é escolher uma cor. Certifique-se de escolher uma cor com a qual pode conviver por bastante tempo. Você não vai querer fazer uma reforma dentro de alguns anos, porque está completamente cansado dos armários amarelo-manteiga que pareciam tão perfeitos no começo.


Se você optou armários de aço inoxidável, vai precisar decidir apenas se vai querer o armário todo em aço inoxidável, ou uma mistura de inox e madeira. Como mencionado anteriormente, se você acrescentar alguns armários de madeira pode fazer sua cozinha parecer mais contemporânea e menos industrial.

Se você optou por armários de madeira, precisa decidir entre deixar a madeira em seu estado natural, o que significa simplesmente aplicar um verniz claro; pigmentar, o que acrescenta cor, mas ainda permite que o veio da madeira apareça; e pintura, que acrescenta uma cor opaca e obscurece o veio. Esta escolha depende exclusivamente de suas próprias preferências pessoais, embora se tiver escolhido uma madeira muito cara, seria meio bobo cobri-la com tinta!

É isto! Seis passos fáceis para encontrar o armário ideal para sua cozinha novinha em folha! Isto não foi tão difícil como você pensou que seria, foi?