Como aperfeiçoar as suas competências de estudo do 6º ao 9º ano

O período escolar que se estende do 6º ao 9º ano é reconhecido pela maioria das autoridades como um período crucial na vida de um estudante. Você está no ponto em que o trabalho escolar está se tornando mais difícil, e as suas realizações escolares neste período representarão metade das notas do seu histórico escolar, e acompanharão você por toda a sua vida. Estes fatores por si só já têm um peso formidável, mas o trabalho escolar está se tornando mais intrincado e abstrato, e os alunos são solicitados a utilizar o seu cérebro de formas analíticas e intuitivas que talvez ainda não tenham sido estimulados a desenvolver. Pelo fato de que este período da sua vida marca a passagem da infância para o mundo adulto de conhecimento prático, raciocínio e preparação profissional, é importante você cultivar um método efetivo para aprender e avaliar informações, que lhe permita verdadeiramente compreendê-las. Reconhecendo e aplicando os fatores a seguir, você pode desenvolver as habilidades necessárias para assimilar e aplicar informações em aula. Depois de ter dominado estas técnicas, provavelmente você irá querer conferir o livro Secrets Smart Students Know; este grande pequeno livro contém grandes quantidades de dicas e conselhos que o auxiliarão a estudar mais rapidamente e melhorar a sua memória.

•    Crie um ambiente de estudos adequado. Muitos estudantes encontram dificuldades em se manter em dia com os seus estudos, simplesmente porque sentem-se frustrados e desconfortáveis quando se sentam para começar as suas tarefas. Para você ter uma experiência motivadora e frutífera quando estiver estudando, deve estar em um ambiente que favoreça uma concentração plena.

A primeira coisa de que um estudante gosta quando está realizando os seus trabalhos é uma superfície de estudo vazia (livre de materiais desnecessários) e organizada, como uma mesa ou escrivaninha grande. Uma mesinha auxiliar com gavetas ou alguns potes plásticos que podem ser deixados perto da sua mesa de estudos manterão os seus materiais de estudo à mão. Enfatizo a importância de que a área de estudo esteja vazia - ter o espaço necessário para espalhar livros e papéis vai minimizar as frustrações. Além disto, um ambiente de estudos que favorece a concentração requer sossego, e não distrações. Os "acessórios" que alguns estudantes levam para a sua área de estudos - um CD, MP3/MP4, salgadinhos - são absolutamente desaconselhados. Estas coisas quebram a sua concentração e roubam tempo dos estudos. O aluno deve saber que hora de estudar é hora de estudar, e ele deve se alimentar antes, e não durante, do seu horário de estudo. Outros fatores que criam um bom ambiente de estudos são iluminação adequada e mobiliário confortável.

•    Desenvolva uma postura calma. Estudar também requer a atitude correta. Seja calmo e paciente consigo mesmo enquanto está examinando seu material de estudo. Agredir a si mesmo não lhe fará bem nenhum. Tente abrir a sua mente o máximo possível deixando outras coisas de lado e afastando a frustração.

•    Faça boas anotações (e preste atenção na aula). A hora da aula é quando ocorre a maior parte da aprendizagem. Preste atenção durante a aula, e não espere para aprender tudo mais tarde por sua própria conta. À medida que um aluno vai progredindo através das séries finais (do 6º ao 9º ano), as aulas vão se tornando mais cruciais para as suas notas, e frequentemente você receberá nota pela sua participação em aula. Prestando atenção na aula, você se familiariza com o material, e as anotações que você faz fixam a sua aprendizagem na sua mente até que estudos adicionais (os que você realiza em casa) terminem de solidificar esta aprendizagem. Algumas boas estratégias para fazer anotações são:

     ••    Use abreviaturas ou símbolos para palavras que aparecem com frequência (por exemplo, mlcl para molécula, c/ para "com", a letra grega delta para o conceito de mudança).

     ••    Selecione as informações mais importantes para registro (idéias principais, detalhes necessários).

     ••    Use cabeçalhos claros para organizar a informação.

     ••    Desenhe figuras ou diagramas, em vez de representar "conceitos visuais" com palavras.

•    Desenvolva métodos efetivos de memorização. Embora a memorização esteja longe de ser tudo o que você precisa nesta fase da sua vida escolar, frequentemente ela é necessária. O site Projeto Saber tem informações interessantes sobre como fazer a melhor utilização possível de sua memória. Se você lê inglês, também achará útil o site MindTools. A seguir você encontra uma lista com algumas técnicas comuns de estudo, sobre como melhorar a sua memória:

      •    Lista: para memorizar datas, fórmulas, etc, algumas pessoas acham que o método mais básico é muito útil: a lista. Quando estiver memorizando os nomes científicos de diferentes organismos para uma aula de biologia, por exemplo, você pode criar duas colunas lado a lado: uma com a lista dos nomes comuns, e a outra com a lista dos nomes científicos. Lendo a lista muitas vezes, e então cobrindo partes das informações para estimular-se a lembrar, você pode treinar seu cérebro para associar os dois nomes mais rapidamente.

      •    Cartões mnemônicos: os cartões mnemônicos também são uma técnica muito útil. Funcionam de forma muito parecida com uma lista mas, em vez de dispor as informações correspondentes em duas colunas, você pode utilizar cartões (ou papel) e colocar as informações relacionadas uma em cada lado do cartão. Por exemplo, emprestando o assunto do exemplo anterior, você poderia ter "raposa vermelha" escrito em um lado do cartão, e "vulpes vulpes" escrito no outro lado. Então, você lê o que está escrito em um lado do cartão, e procura lembrar-se o que está escrito no outro lado. Este método é muito similar à lista, mas mais fácil de ser utilizado para você testar a si próprio. No entanto, requer mais preparação (para criar os cartões).

       •    Acrônimos/acrósticos: os acrônimos são métodos valiosos para memorizar informação, igualmente. Um exemplo de um acrônimo útil seria HOMES. É um acrônimo em inglês; cada uma das letras é a inicial do nome de um dos Grandes Lagos (Huron, Ontario, Michigan, Erie e Superior), assunto que os estudantes americanos aprendem em geografia. Lembrando-se do acrônimo, torna-se mais fácil listar todos os cinco lagos. Um acróstico é similar a um acrônimo, mas em vez de criar uma palavra para memorizar, você cria uma sentença onde a primeira letra de cada palavra corresponde à primeira letra de cada item que você quer memorizar. Por exemplo, na sentença "Pipoca estoura/rápido! Menino, despeja algum sal." cada primeira letra corresponde à ordem em que as operações devem ser executadas para resolver equações matemáticas (parêntesis, exponenciação/radiciação, multiplicação, divisão, adição, subtração). As frases (e os acrônimos também) podem ser engraçadas ou sem sentido, não importa. Os acrônimos e os acrósticos não terão muita utilidade para você, se não tiver dominado os conceitos que vai tentar lembrar através das palavras e das sentenças. Esta é uma técnica de memorização, não para fazer uma aprendizagem emergencial bem na hora da prova.

•    Concentre-se nas áreas que necessitam de mais atenção. Muitos estudantes pensam que qualquer tempo de estudo conta como estudo verdadeiro. Um estudante que recebe notas 10 nas aulas de química certamente vai gostar de estudar química (e vais se beneficiar com isto, é claro!). Mas, se ele está tendo notas abaixo de 6,0 em matemática ou em inglês, então é muito necessário estudar mais estas matérias para melhorar as suas avaliações. Avalie os seus pontos fortes e pontos fracos, e distribua o seu tempo de acordo com esta avaliação.

•    Estude com outros alunos. Embora as distrações sejam ruins em um ambiente de estudo, estudar em duplas ou em grupos pode ser muito útil, porque todos os participantes estão concentrados em estudar. O estudo em grupo permite que os alunos se apóiem em seus colegas como recursos de estudo e aprendizagem. Isto é especialmente útil quando o professor com a informação necessária não está disponível. Trabalhando juntos, os estudantes podem preencher as lacunas uns dos outros e identificar uns com os outros problemas no processo de aprendizagem, o que é uma conexão mais difícil de fazer entre o professor (que já entende os conteúdos há muito tempo) e os alunos (que recém estão começando a ser expostos a estes conteúdos). Os grupos de estudo podem testar uns aos outros, utilizando cartões mnemônicos ou simplesmente fazendo perguntas verbais. Também é um fato bem conhecido que ensinar a outra pessoa os assuntos que você está estudando em aula ajuda você a aprender mais concretamente este conteúdo, além de nivelar irregularidades que talvez haja no seu entendimento. Se o seu conhecimento de um determinado assunto é muito bom mas poderia se beneficiar de melhorias, pense na possibilidade de ser monitor de uma matéria (se a sua escola mantém este recurso), ou tentar ensinar este assunto a alguns colegas, para que você possa sedimentar a sua compreensão, ou vencer obstáculos junto com estes colegas.

•    Desenvolva na prática habilidades cruciais na escrita de textos. Um aspecto comumente negligenciado dos estudos é a capacidade do estudante de discutir um tópico em profundidade, ou organizar seus pensamentos em textos. Escrever bons textos não é algo que possa ser aprendido da noite para o dia - a única maneira de desenvolver esta habilidade é praticar e ter o seu trabalho avaliado (criticado). Tire vantagem dos períodos de estudo colocando por escrito as informações que você conhece, na forma de textos descritivos. Esta prática pode ajudar você a se preparar para questões discursivas em uma avaliação ou teste, além de mostrar-lhe o que você sabe e o que ainda precisa aprender.


Desenvolver habilidades efetivas de estudo no período escolar que vai do 6º ao 9º ano é um modo inteligente de se preparar para o Ensino Médio e também para o mundo real. À medida que você vai adiante na vida, as habilidades de estudo que você desenvolveu neste período lhe serão úteis. Utilizando as suas técnicas, você estará em condições de memorizar importantes informações que um dia impressionarão o seu chefe. Você pode receber e por em prática, com exatidão, instruções dadas por um superior, graças a uma habilidade cultivada de prestar atenção durante as aulas e recolher as informações como elas são dadas. Use o tempo que você tem agora, para garantir bons resultados nas avaliações e desenvolver habilidades úteis de estudo, para o futuro.

Dicas Rápidas:

•    Quando estiver trabalhando em grupos, não se distraia de seu propósito - estudar.

•    O assunto mais fácil de aprender é aquele em que você está interessado. Adquira interesse no que você está estudando, procurando as suas aplicações na vida real.

•    Leve o estudo a sério, mas não o tema, ou você vai parar. Concentre-se no quanto o estudo do material é importante para você.