Como ajudar seu filho a superar a timidez

Ter uma criança tímida pode ser um desafio e pode deixar uma mãe com a sensação de estar fora de controle. Não saber o que fazer com o seu filho tímido é comum para um monte de pais, e muitas vezes isso é agravado pela própria timidez dos pais. No entanto, existem coisas que você pode fazer para ajudar seu filho tímido.

Muitos pais alegam que eles sabiam que seu filho era tímido com de cerca de três ou quatro meses. Este é o caso de muitos pais, mas alguns pais não percebem que seu filho é tímido o suficiente para ajudar na sua necessidade até anos mais tarde. Assim que você reconhecer que seu filho precisa de ajuda para superar a timidez, é a hora de começar.

Muitas crianças, mesmo aquelas que foram bebês extrovertidos, passam por uma fase tímida em torno de 18 a 36 meses. Isso é bastante normal. No entanto, você pode utilizar estes passos para ajudar seu filho que está atravessando uma fase tímida, assim como ajudá-lo a superar a timidez como um todo.

Passo 1:

Defina um bom exemplo.
O primeiro passo para ajudar seu filho tímido a superar sua timidez é dar um bom exemplo. Isso é feito por suas respostas às diferentes situações sociais.

    Seja o primeiro a dizer "oi" e a começar conversas. Fale com estranhos. Cumprimente pessoas na loja ou enquanto faz outras coisas.

    Dê muitos elogios.

    Ajude aqueles em necessidade.

    Aperte as mãos e faça apresentações.

    Nunca evite situações sociais. Se você é você mesmo tímido, agora é a hora de trabalhar para acabar com isso. Trabalhar no sentido de ir em frente e conversar com as pessoas que você conhece, bem como com estranhos.

Passo 2:

Prepare seu filho para as coisas.
Converse com seu filho sobre os eventos que estão chegando. Deixe que eles saibam o que esperar em seu caminho para o consultório médico, a loja, ou outro local. Para altos eventos sociais, dê a eles alguns dias de aviso prévio. Deixe-os fazer perguntas e expressar as suas preocupações.

Passo 3:


Trabalhe no pensamento positivo. Muitas pessoas tímidas são pessimistas por natureza. Grande parte da sua timidez vem de pensamentos negativos, tais como, "Eles nunca gostam de mim." ou "Não importa o que eu disser, eles nunca vão me ouvir." Com isso em mente, trabalhe no sentido de contribuír para o seu filho se tornar um pensador positivo.

    Dê ao seu filho muito incentivo positivo.

    Deixe o seu filho saber o quanto você gosta dele ou dela.

    Apontar pontos positivos do seu filho ou as vezes que eles fizerem algo com sucesso.

    Se seu filho tiver idade suficiente, então, fale com ele sobre o pensamento negativo e ensine-o a combater todos os pensamentos negativos pensando nisso. Pensamentos negativos geralmente vêm com um "nunca" ou "sempre". Eles têm que prestar atenção e ver que "Às vezes as pessoas fazem como eu." ou "Tem gente que ouve quando eu falo". Ensinar seu filho a combater pensamentos negativos vai ajudá-lo a pensar mais positivo e ter uma melhor auto-estima.

Passo 4:


Fale com o seu filho. Converse com seu filho sobre seus medos. Escute a razão pela qual eles são tímidos e como eles se sentem nas situações que os deixam nervoso ou ansioso. Muitas vezes, falar pode ajudar muito.

Passo 5:


Converse com o professor dele.  Muitas vezes as crianças tímidas ficam para trás na escola, porque elas são muito quietas. No entanto, um professor tem o poder de mudar isso e ajudar a tirar a timidez das crianças. Se eles souberem da situação no início do ano letivo, pode ajudar muito.

Também pode ser útil introduzir o seu filho ao seu professor antes de começar o ano letivo. Comece mostrando-lhe sua nova sala de aula ou o layout de um novo prédio. Trazer um amigo também pode ser útil.

Passo 6:


Prática. Você pode praticar diferentes situações sociais em casa com seu filho. Pode ser o primeiro dia de aula, conhecer novas pessoas, se esforçar em fazer novos amigos, e outras situações. Você pode alternar “papéis” com ele para obter idéias diferentes de como se comportar e como chegar nos outros. Isto pode se tornar um ótimo jogo de se jogar.

Passo 7:


Entre em mais situações. Esportes e atividades extracurriculares que interessam ao seu filho são a maneira perfeita de ajudar seu filho a fazer amizades com pessoas que têm interesses semelhantes. Será mais fácil para o seu filho fazer amigos nessas situações.

Incentive amizades entre as pessoas que são positivas e encorajadoras para o seu filho. Convide-as para brincar e dormir na sua casa. Por outro lado, não incentive relacionamentos com crianças que estão sendo dominantes, más, ou humilhantes para o seu filho.

Passo 8:


Não faça as coisas para seu filho. Como pai de uma criança tímida, é fácil responder a perguntas, conversar, e tentar fazer outras coisas para seu filho em situações sociais. Isso não ajudará realmente seu filho e apesar de ser difícil de evitar, deve ser evitado.

Passo 9:


Desafie o seu filho sem ser muito rígido. Se você for muito duro ou fazer muito alarde sobre ser tímido, o seu filho terá dificuldades. Esse limite é diferente para cada criança. Uma forma de saber o quanto você está empurrando e como seu filho está respondendo ao isso, é manter as linhas de comunicação abertas. Aqui estão algumas formas divertidas para desafiar o seu filho a ser mais extrovertido.

    Deixe dez moedas de 1 centavo no bolso esquerdo do seu filho. A cada vez que se disser, "Olá, como vai?" eles move uma moeda para o seu bolso direito. Se no final do dia ele tiver todas as dez moedas no bolso direito, ele recebe uma recompensa.

    Faça um jogo de cumprimentar estranhos em uma loja, enviar recados, ou na igreja. Cada membro da família recebe um ponto por cada saudação. No final você pode fazer um grande alarde sobre o membro da família com mais pontos.

    Outra variação é ganhar um ponto para cada nova pessoa que você apertar as mãos. Isto funciona melhor em situações onde é fácil encontrar pessoas. Faça isso na igreja, em casamentos, e outros encontros sociais.

    O voluntariado é também uma ótima maneira de conhecer novas pessoas. Esta pode ser uma maneira divertida de trabalhar para ficar mais extrovertido, ao mesmo tempo em que ajuda os outros.

Passo 10:

Saber quando procurar ajuda. Normalmente, a timidez é apenas parte de um comportamento da pessoa e não quem ela é. Eles são naturalmente tímidos e lutam para ficar confortáveis em situações sociais. No entanto, existem alguns momentos em que a timidez é na verdade uma parte de algo maior. As crianças que lutam com esses problemas muitas vezes precisam de ajuda profissional, mas saber a hora de ter essa ajuda não é fácil. Estes são os sinais que você deve prestar atenção para saber quando deve procurar ajuda. Qualquer um destes poderia significar que seu filho precisa de ajuda profissional para a sua situação.

    Ataques temperamentais: Ataques temperamentais são parte do crescimento e se seu filho (com menos sete anos) tem ataques ocasionais porque ele ou ela está desconfortável com a situação social, tudo bem. No entanto, se o seu filho tem ataques toda vez que ele ou ela entra numa situação social ou está tendo ataques após a idade de sete anos, é uma boa idéia pedir ajuda. Você pode começar falando com o médico do seu filho.


    Comportamentos regressivos: Se seu filho estiver com mais de seis anos, mas começa a agir como um bebê quando ele ou ela está desconfortável, é uma boa idéia procurar ajuda. Comportamentos regressivos comuns incluem chupar o dedo polegar, falar como um bebê ou balbuciando, e tentar ser carregado como um bebê.

    Constantemente sozinho: Ser capaz de brincar sozinho é uma boa habilidade, mas não é algo que deve ser assim o tempo todo. Se seu filho está sempre sozinho, pode ser hora de buscar ajuda.

Lembre-se que há pessoas lá fora que estão disponíveis para ajudá-lo se você precisar. Se você sentir que seu filho precisa de mais ajuda do que você pode dar a ele ou ela, comece conversando com o médico do seu filho e veja o que ele sugere. Às vezes nós só precisamos de mais ajuda, e é preciso lembrar que é aceitável precisar de ajuda e obtê-la.