Como se tornar um hacker

Hackear é a arte de entrar ou passar por uma barreira virtual segura ou firewall normalmente sem o consentimento do proprietário do ambiente virtual. Sendo um ato que tem sido encarado negativamente, os hackers sempre querem manter sua identidade anônima para evitar uma detenção por parte das autoridades. Embora um hackeamento represente uma grave ameaça aos nossos sistemas, para mim é muito útil de certa maneira e é por isso que insisto em empregar profissionais que tenham habilidades em hackear.

Eles ajudam minha empresa, mantendo todos os pontos de possível penetração fechados ao público. Além disso, eles me ajudar a reunir informações que mantém minha empresa em vantagem competitiva em relação aos meus competidores. Mas o que é preciso para se tornar um hacker? A seguir, alguns passos básicos que podem orientá-lo sobre como se tornar um hacker que consiga romper as barreiras de segurança de um determinado sistema. Mas lembre-se em um hackeamento não há desistência.

  1. Aprenda muitas linguagens de programação. Como hacker você deve aprender os os blocos de construção de um sistema, que são seus códigos de programação e a lógica que há neles.
  2. Seja analítico. Prestar atenção a detalhes é uma das habilidades que um hacker deve possuir. Ao ser analítico quero dizer que você deve ser diagnóstico ou de investigativo em descobrir por que as coisas são feitas da forma como elas são e porque acontecem da forma como acontecem. Tente analisar e compreender a lógica subjacente à operação dos sistemas que você encontrar. Você tem que ser totalmente desenvolvido na forma de analisar a lógica criticamente nos menores detalhes. Em certa medida esta capacidade vem naturalmente, mas é possível desenvolvê-la sendo curioso com assuntos relacionados a sistemas de desenvolvimento. Você também pode desenvolver esta habilidade, jogando bastante quebra-cabeças e isso não é uma piada, funcionou para mim.
  3. Sua criatividade pode fazer maravilhas. Há sempre mais de uma forma pela qual um problema pode ser resolvido e a maneira que você decidir usar depende de como você vê esse problema específico. Algumas das maneiras que você usar para se chegar a uma determinada solução são totalmente dependentes do quão você é criativo (ou seja, o nível de sua criatividade determina como você resolve qualquer problema novo que está a enfrentar). Seu nível de criatividade pode desempenhar um papel significativo na forma como você chega a  uma determinada solução, até mesmo na maneira como você invade um sistema. Ser criativo pode ajudá-lo a invadir qualquer sistema criativamente sem ser detectado. Como desenvolvendo imagens que são programadas para coletar informações do usuário quando colocadas no fundo da área de trabalho.
Quando vistas a partir de uma dimensão ética, hackear é um ato que não deve ser encorajado, se for feito com más intenções. Por outro lado, o hackear pode ser um ato muito útil, uma vez que mantém os responsáveis pela manutenção da segurança desses sistemas em alerta. Os hackers também ajudam na detecção de falhas em sistemas que seus desenvolvedores nunca previram e, portanto, são capazes de corrigi-la, se tiverem sido notificados. Se você realmente quiser aprender a ser um hacker, pergunte-se se sua intenção é boa ou má. Tenha um bom dia hackeando.