Como grelhar frango

O frango é na verdade um dos alimentos mais complicados de fazer um bom churrasco. Pessoas ficam doentes todos os anos de frangos mal cozidos em piqueniques ou fora de casa, e nós todos já tivemos frango cozido até virar serragem também. É possível conseguir um frango perfeito fora do grill com algumas ferramentas e a sua escolha de métodos de cozimento. Se você quer aprender como cozinhar lentamente na fumaça aquele frango para um churrasco de dar água na boca, confira o Competition Barbecue Secrets.

MÉTODO DE COZIMENTO. Escolha um método de cozimento que melhor se adapte à sua vida e nível de comforto com cozimentos.

  1. Fervendo o frango primeiro -- Esta é minha forma menos favorita de grelhar frango, mas era a norma por muitos anos e algumas pessoas juram por ela. A vantagem é que o frango está completamente cozido antes de tocar no grill e, assim, o risco da doença da salmonella é zero. O inconveniente é que o frango não tem sabor nenhum abaixo da camada superior de tempero de churrasco. Se você escolher seguir este caminho, simplesmente tire a pele e ferva os pedaços de frango por mais ou menos 20 minutos; seque bem. Pré-aqueça a grelha no baixo enquanto o frango ferve. Coloque o frango no grill e pincele com o molho de churrasco. O objetivo aqui é simplesmente terminar o frango e dourar o molho, o que leva cerca de 10 minutos. Por isto ser praticamente à prova de erros, eu recomendo para aqueles que são novos na cozinha ou particularmente temerosos de doenças com origem alimentar.
  2. Marinar e assar o frango primeiro – novamente, o frango é cozido antes de chegar à grelha, então o risco de doenças de origem alimentar é baixo. A diferença é que, neste método, o frango é marinado ou esfregado com o(s) temperos de sua escolha (experimente o McCormick GrillMates Mesquite, Emeril's Chicken Rub ou Nantucket Rubs) e então assados até o pré-cozimento antes de terminar e temperar na grelha. Isto dá ao frango mais sabor do que jamais poderia ter ao ser fervido! Marine o frango por 48 horas no máximo, refrigerado, ou em até 60 minutos à temperatura ambiente. Asse o frango em 350°C até que esteja pronto e então termine e tempere na grelha como no método de fervura.
  3. Cozinhando em uma grelha coberta com papel laminado – Mais difícil que as duas primeiras opções, esta exige que se envolva bem a grade da grelha com papel alumínio pesado para ajudar a prevenir chamuscados e faíscas de gotas de gordura. Passe um pouco de óleo ou pulverize o papel laminado para prevenir grudes. Eu recomendo remover o excesso de pele, se não toda ela, antes de temperar. Marine ou esfregue o frango como acima e pré-aqueça a grelha no médio como indicado pelo fabricante. Deixe o frango cozinhar por 30 minutos, virando a cada 8 minutos, e comece a checar com um termômetro de carne após 25 minutos. Quando alcançar 79°C, está pronta. Não coloque um molho de churrasco ou óleo para grelhar no frango até que o frango esteja quase pronto, então deixe cozinhar por mais 10 minutos para terminar e dourar a cobertura.
  4. Cozinhando diretamente na grelha – Passe um pouco de óleo ou pulverize a grade de uma grelha limpa. Marine ou esfregue o frango como acima. Remova a pele antes de temperar. A gordura pingando causa chamas que podem ser perigosas e causar pontos extremamente queimados na comida. Coloque o frango na grelha após ela ter sido pré-aquecida no médio. (Mantenha um pulverizados ou garrafa de esguicho de água pura por perto para extinguir quaisquer chamas que possam ocorrer!) Cozinhe o frango por 30 minutos, virando a cada 5, e rotacionando conforme necessário para equilibrar pontos quentes e frios na sua grelha. Após 25 minutos, confira com um termômetro de carne. Pincele com o tempero ou cobertura de sua escolha mais ou menos 10 minutos antes de remover o frango da grelha. 
TEMPEROS E MOLHOS
  1. Marinadas, quer elas combinem com os molhos de churrasco comuns ou não, são a forma perfeita de manter o frango suculento e saboroso na grelha. Caribenha, Cajun ou Crioulo, Mesquite, Sudoeste – as opções são tão variadas quanto os seus gostos. Misture e marine de acordo com as instruções do pacote. Os molhos de salada italiano, caesar, vinagre balsâmico e vinagre de amora fazem ótimas marinadas também.
  2. Esfregar é atualmente a escolha da moda para temperar alimentos para a grelha. Emeril's Chicken Rub tem um ótimo sabor para o frango e o seu Rib Rub dá um sabor mais de churrasco defumado ao frango (mesmo que seja feito para temperar porco). Os Nantucket Rubs vêm em uma variedade de sabores, e uma nova linha de temperos baseados em café da Kaleuka Lake Coffee Roasters vem em Sicilian Citrus, Six-spice, e mais.
  3. Molhos não deveriam ser usados até que o frango esteja quase pronto. Seu açúcar faz com que eles queimem e é assim que nós acabamos com frango preto por fora e cru por dentro. Se você marinar ou esfregar, use um molho que complete estes sabores. Para combinar com temperos de churrasco clássicos, use um mesquite ou outro tempero/marinada defumado. Há opções incríveis de temperos e coberturas agora, incluindo algumas maravilhosas de Jack Daniels, Jim Beam, Emeril Lagasse e muitas mais. Confira sua loja de especialidades mais próxima para opções exclusivas.
ESCOLHENDO SUA GRELHA. O debate gás versus carvão não será resolvido nesta ou em qualquer outra vida; use o melhor para a sua vizinhança, seu estilo de vida e como você gosta de cozinhar. Para os novos com a grelha, o gás é o mais confiável e fácil de controlar, mas em feriados pode ser impossível de encher o tanque (que é, você sabe, quando é garantido que ele estará vazio!).
Aproveite! Saladas de batata e massa, salada de repolho, saladas de três feijões, feijões assados, broa de milho e biscoitos fazem ótimos acompanhamentos para churrascos de frango grelhado.