Como instalar um azulejo de cerâmica

Quando considerar azulejos de cerâmica como uma opção de piso, o tamanho do azulejo, espessura e textura devem ser levados em consideração. Azulejos com acabamento em textura são especialmente úteis em banheiros para evitar que fiquem escorregadios quando molhados. Usar peças de 30,5 cm ou maiores geralmente não ficam bem em ambientes pequenos, a não ser que eles saiam do corredor para o ambiente. Azulejos grossos podem durar mais do que os mais finos, mas geralmente custam mais caro e são mais difíceis de cortar. Se os azulejos estão sendo colocados em uma superfície não lisa, como o chão de um porão, ou base de chuveiro, usar mosaicos vão seguir a superfície sem se quebrar.

Também é muito importante ter um substrato sólido para aplicar nos seus azulejos. Um mínimo de 3,2 cm é recomendado, com o topo do subfloor sendo uma placa de cimento. Marcas como Wonderboard ou Durock vêm em espessuras de 0,6cm, 1,2cm e 1,5cm, que te permitem tentar combinar a altura do piso acabado com os pisos adjacentes, de modo que você não tenha uma diferença de elevação significativa entre eles.

Passo 1:

Meça a largura e comprimento da superfície a ser pavimentada checando se você tem uma área que não é quadrada. Você não vai querer ter que colocar pequenos pedaços de azulejos cortados nos cantos da sala. Se você está usando azulejos de 30,5 cm, e a sua sala tem 340 centímetros de largura, você não vai querer usar 11 ladrilhos inteiros e mais um ladrilho de 5 cm. Ao invés disso, use um azulejo inteiros a menos, 10 azulejos inteiros, o que vai deixar azulejos de 17 centímetros em cada beirada. Faça o mesmo com o comprimento. Você deve cortar os seus azulejos para que eles fiquem a 1,25cm das paredes porque o rodapé vai cobrir o perímetro.

Passo 2:

Agora você deve dividir o piso em quadrantes desenhando uma linha de giz e traçando duas linhas perpendiculares. Usando a parede de 340 cm, em um lado meça 170 cm (metade da distância) da parede ao centro da sala e faça uma marca no chão. Depois faça o mesmo da outra ponta da mesma parede. Segurando o giz firmemente entre os dois pontos, trace a linha para que você tenha uma linha de giz paralela à parede a 170 cm de distância. Digamos que a parede adjacente tenha 420 cm, o que dá 13 azulejos completos e cortes de 11,75 cm em ambos os lados. Uma aparência mais profissional seria usar 12 azulejos completos e azulejos de 27 cm nas pontas. Então você teria que fazer duas marcas a 210 cm de distância e desenhar a outra linha. Agora você dividiu o chão em 4 áreas.

Passo 3:

Decida o tamanho dos rejuntes que você quer que tenha nas juntas entre os azulejos. É uma boa idéia usar espaçadores de plástico que vão manter as suas juntas consistentes. Misture metade de um balde de 20 litros com argamassa até ela ficar com uma consistência pastosa. Siga as instruções na embalagem da argamassa para que tamanho de espátula ou desempenadeira usar.

Começando em um dos cantos no meio do cômodo, comece a espalhar a argamassa chegando até a linha de giz, mas sem cobri-la, para que você possa ver a linha e colocar os azulejos perfeitamente ao longo dela. Espalhe a argamassa para que você possa trabalhar 2 linhas de azulejos de cada vez, a partir do meio da sala, ao longo da linha em direção à parede, usando os seus espaçadores à medida que você vai colocando os azulejos. Quando chegar à parede, volte ao meio, começando outras duas linhas. Quando você chegar à parede e está perto do canto, você deve colocar o azulejo no canto primeiro e ir trabalhando em direção ao meio, para que você não tenha que pisar nos azulejos recém colocados.

Passo 4:

Todas as quatro seções são feitas da mesma maneira, mas você deve planejar para que a sua seção final seja próxima à porta, para que você consiga sair.

Algumas dicas:

•    Alugar ou comprar uma serra úmida é muito mais fácil do que usar um bloco de azulejos porque a serra pode fazer azulejos em formato “L” ou outros formatos irregulares que quase sempre aparecem.

•    Antes de começar, pegue um azulejo e coloque no chão, perto de cada ombreira da porta e faça uma marca à lápis na parte de cima do azulejo até o rodapé de madeira. Usando uma serra de esquadria, corte a base das ombreiras para que os azulejos deslizem embaixo delas, e você não vai precisar cortar os seus azulejos para que eles se encaixem em volta delas.

•    Mantenha um balde de água e uma esponja à mão para limpar o excesso de argamassa de cima dos azulejos e das suas mãos. Você não vai querer ter que raspar depois que estiver seco. Mantenha uma chave de fenda ou espátula à mão para raspar o excesso de argamassa que pode acumular nas juntas quando você está colocando os azulejos. Essa argamassa vai aparecer nas suas juntas mais tarde e não vai ser divertido cavar e substituir por rejunte quando estiver seca.

•    Certifique-se de colocar cada azulejo com firmeza, batendo nos cantos e no meio do azulejo com a palma da sua mão ou um bastão de borracha para que se fixe bem.

•    Sempre que tiver argamassa no chão que ficou por mais de 10 minutos, talvez porque você teve que fazer mais, ou os azulejos passaram alguns centímetros extras, pegue a espátula e raspe do chão e jogue de volta no balde para misturar. A argamassa vai começar a secar bem na superfície e perder a sua habilidade de colar o azulejo.

Passo 5:

Depois de deixar os azulejos descansarem por 24 horas, é hora do rejunte. Misture o seu rejunte em um balde e tenha outro balde com água e esponja à mão. Começando em um dos cantos da sala, pegue a esponja molhada e limpe os azulejos na área que você consegue alcançar. Isso vai fazer com que o rejunte se espalhe muito mais facilmente na superfície dos azulejos. Pegue o balde com o rejunte, jogue um pouco no chão e comece a espalhar pelos azulejos, com o balde a um ângulo de quase 90 graus, raspando-o da superfície e empurrando-o para as juntas. É melhor empurrar o rejunte em ângulos entre as juntas.

Uma vez que você fez isso em uma área que você consegue alcançar facilmente, pegue o balde de água e comece a limpar o excesso de rejunte da superfície dos azulejos, enxaguando a esponja freqüentemente. Quando você tiver tirado todo o excesso de rejunte, gentilmente passe a esponja na mesma direção das juntas para suavizá-las, tomando cuidado para não pressionar demais, para que o rejunte não saia. Mova os seus baldes e comece em uma nova área, trabalhando em direção à porta.

Passo 6:

Azulejos de parede são colocados quase da mesma maneira, mas há algumas diferenças.


• 
   Azulejos de piso geralmente têm juntas de 5 mm ou mais, por isso precisam de um rejunte lixado (com adição de areia) para que não quebre. Azulejos de parede geralmente são espaçados em 3 mm e usam um rejunte não lixado para não riscar a sua superfície brilhante e lustrosa.

    Azulejos de parede geralmente são aplicados usando um selante que é pré-misturado.

    Azulejos de parede também têm várias peças arredondadas, para dar um acabamento, porque elas não têm um rodapé cobrindo as suas pontas.

    Um toque final seria aplicar um selante para rejunte depois que este teve tempo de secar, e fica mais fácil de limpar depois de usar.