Como desenhar e planejar um jardim

Projetar um jardim deve ser fácil, certo? É só ir até a loja, escolher as plantas que você gosta, levar para casa e plantá-las no chão. Infelizmente, a menos que você tenha realmente um excelente jeito para designer, provavelmente seu jardim não vai ficar como você esperava que fosse. Você precisa começar tendo um conhecimento básico de desenho paisagístico.

1.    Escolha um local para o jardim.  Uma boa idéia é começar primeiro com um projeto pequeno, mas se você é corajoso, faça algo maior! Assim que tiver escolhido um local, traçe uma planta do mesmo. Não precisa ser artista para esta etapa. A idéia é conhecer o local. Papel quadriculado funciona muito bem para desenhar projetos de jardim. Você pode fazer com que cada metro seja igual a um ou dois centímetros - o que for mais lógico para o tamanho do seu jardim.

Assim que tiver feito  a planta básica do seu jardim, adicione os componentes existentes, os elementos fixos e não-alteráveis de seu jardim, tais como pátios, calçadas, fontes, muros de suporte, etc. A próxima coisa a acrescentar ao seu projeto são os elementos que você não quer mudar, como a arvore deslumbrante que está lá há anos, ou a cerca viva que fornecem alguma privacidade dos vizinhos. Se houver mais elementos que gostaria de acrescentar, coloque no desenho também. Agora, você tem um projeto para trabalhar ao planejar o seu jardim.

2.    Escolha um estilo de jardim. Os estilos de jardim se dividem em duas categorias básicas. Informal -  com caminhos sinuosos e linhas assimétricas. Eles não parecem tão ordenados como os jardins formais, mas são charmosos e agradáveis. Jardins formais - estão do outro lado do espectro. As plantas no jardim formal são organizadas, enfileiradas retas ou em diagonal. Jardins formais podem não ser tão convidativos quanto os informais, mas tem aspecto imponente.

Dentro dessas duas categorias básicas, há uma série de sub-categorias, tais como cottage, Inglês, japonês e americano, bem como os temáticos, como os aquáticos. Quando escolher um estilo para o seu jardim, considere o estilo da seu casa, bem como as suas próprias preferências pessoais. Se sua casa é muito formal e simétrica, um estilo livre  e sinuoso como o cottage, provavelmente ficará destoante. Da mesma forma, se você possui uma casa pequena, no estilo fazenda, você não vai querer um grande e formal jardim Inglês. A melhor maneira de determinar qual estilo você gosta é ver livros e revistas de jardinagem.

3.    Conheça o local. Se você tiver um local sombreado por todo o dia, e você sonha com um jardim de girassóis, você terá de mudar de local ou desistir do sonho. Alguns fatores que ajudarão a determinar que plantas comprar são: o tipo de solo, pH, quantidade de sol, e ventilação.

Tipo de solo - é a classificação do seu solo de acordo com o tamanho das partículas. O solo de argila tem pequenas partículas que se agregam, seca lentamente e retem muito bem os nutrientes. O solo arenoso tem grandes partículas que secam com rapidez, e os nutrientes drenam rapidamente. O terroso fica entre os dois. Algumas plantas têm uma clara preferência por um determinado tipo de solo. Saber disto pode poupar tempo e dinheiro a longo prazo. O pH indica se o solo é ácido ou alcalino. Isto é importante porque algumas plantas como, por exemplo, hortência, irão florescer em cores completamente diferentes,  dependendo do pH do solo. A quantidade de sol que o jardim recebe por dia deve ser de pelo menos seis horas,  para se classificar como ensolarado, e entre quatro a seis horas, para ser considerado parcialmente sombreado . Menos do que isso será considerado sombreado.

4.    Que astral você quer transmitir?  Aqui um conhecimento básico no  uso de  cores será util. Uma paleta de cores verdes e azuis vai transmitir uma sensação de paz. Vermelhos, laranjas e amarelos vão fazer um jardim vivo e estimulante. Se você deseja um jardim com contrastes fortes, plante flores em cores contrastantes, como o amarelo e o roxo, ou azul e laranja. Se você quiser um look monocromático, plante diversas tonalidades da mesma cor, tais como pinks, fucsias e vermelhos. Muitas pessoas optam por um look monocromático de cores quentes, como  vermelho, laranja e amarelo, ou de cores frias, como azul, verde e roxo.

5.    Comece a dicionar plantas no seu projeto.  Comece  preenchendo  as áreas com cores. Lembre-se que plantas causam mais impacto quando são postas  juntas, e não espalhadas aqui e ali. Quando estiver satisfeito com seu projeto, começe escolhendo as flores que irão se enquadrar dentro do esquema.

6.    Considere as transições.  Você não vai querer  plantar a minúscula Dianthus ao lado do enorme capim dos pampas. Seus olhos devem seguir sempre gradualmente, de um ponto a outro do jardim. Tente imaginar como suas plantas ficarão quando estiverem adultas. Cada transição deve ser sutil e gradual.


7.    Inicie o plantio!  Quando estiver satisfeito com o seu projeto, agora é hora de voltar para o jardim e começar a comprar as plantas. Prepare bem o solo, então siga o seu esquema, e começe a plantar. Se você precisar de ajuda transferindo o projeto do papel para o jardim, meça com uma fita métrica e em seguida coloque uma mangueira, na linha que deseja seguir.

O jardim parecerá esparso no começo, mas dentro de um ano ou dois, todas as plantas devem atingir seu tamanho normal. E se seu jardim não ficar como você queria, é válido retirar algumas plantas, e substituí-las por aquelas que se encaixam melhor no seu projeto. Na verdade, variar o design até que fique  perfeito é a melhor parte na concepção de um jardim!