Como vender um carro a partir de casa

Vender seu carro a partir de casa pode ser muito gratificante. Fazendo assim, você economiza o dinheiro que poderiam ser dado como pagamento de comissão. Geralmente, dá um pouco mais trabalho do que se você simplesmente oferecer seu carro como uma entrada, mas a recompensa será um pouco mais dinheiro em sua conta bancária.

  • Obtenha uma avaliação rigorosa. Confira em sites como Edmunds, Kelley Blue Book e NADAguides para determinar um valor aproximado para o seu carro. Alguns desses sites não fornecem um valor privado, por isso é geralmente bom para estimar um preço pela média do comércio pelo preço de revendedor. Faça as deduções necessárias para imperfeições que orientações automáticas não podem prever. Ajuste o preço, se os pneus estão muito danificados ou se existem manchas no estofamento. Geralmente, você deve deduzir cerca de metade do preço dos pneus novos se os pneus do seu carro estão mais da metade gastos. Se seu carro tiver manchas no estofamento, você pode deduzir o preço de ter o interior profissionalmente limpo. Ao determinar o preço final a pedir, espere que o comprador vai querer negociar o preço um pouco; incluia um "espaço de folga" para que você possa oferecer uma concessão ao seu comprador, sem vender o seu carro por muito menos do que o previsto.
  • Prepare-se para mostrar. Ponha seu carro em condições de showroom. Um carro limpo demonstra que o carro foi mantido adequadamente, e amado. Ninguém quer comprar algo que considerou ter sido abusado pelo usuário anterior. Certifique-se especialmente de limpar sob as esteiras do assoalho, porta luvas e porta-malas. Para obter o melhor preço, o carro deve estar em ordem e todos os equipamentos vitais tem de trabalhar.
  • Anuncie seu carro. Existem várias maneiras de fazer propaganda de seu carro. Você pode anunciar nos anúncios classificados locais. Na maioria dos lugares, isso significa colocar um anúncio no jornal da cidade, mas muitas vezes você pode encontrar outras formas de propaganda, considere jornais exclusivamente para classificados. Você também pode usar serviços online como o Ebay, sites específicos para carros, tais como Autotrader, ou os serviços gratuitos online como Postaroo ou Craigslist.

    É importante você listar um número de telefone em seu anúncio para que as pessoas interessadas possam ligar para fazer perguntas. Geralmente, eles vão querer saber sobre a qualidade do pneu, história de danos, se o carro fumaça ou queima óleo, e se tem algum vazamento. Ao invés de sua casa, alguns vendedores preferem se encontrar com o comprador em um local neutro, num posto de gasolina ou no  estacionamento de um supermercado ou loja.

    Sempre inclua um preço no anúncio. Se você estiver disposto a aceitar ofertas no carro, incluem "OBO" (Ou melhor oferta) no anúncio. Se você não estiver disposto a regatear o preço final, indicam que o preço solicitado é "firme".

  • Faça a venda. Agora que você já atraiu um potencial comprador, você precisa estar no seu melhor. Estacione o carro na garagem ou na frente de sua casa. Espere o seu comprador  analisar o veículo um pouco antes de chegar à sua porta. Sinta-se à disposição para responder quaisquer perguntas, mas tenha cuidado para não interrompê-los, ou você irá parecer incômodo ou agressivo. Se o comprador tem uma licença, ofereça as chaves para um test drive.

    Mantenha registos detalhados do tempo que você possui o carro, para que você possa demonstrar como você cuidou do veículo. Compradores querem ver mudanças regulares de óleo e manutenções de rotina. Recibos e notas fiscais de serviço podem provar que você foi um bom dono.

    Em circunstância alguma tente deturpar a condição do carro. Se ele é um monte de ferrugem ambulante, não finja que você está vendendo uma máquina perfeita. Diga a verdade. Diga todos os problemas conhecidos com os freios e sistemas de segurança.

    Alguns compradores querem garantias para o carro que estão comprando. A maioria das vendas realizadas por particulares, no entanto, não incluem qualquer tipo de garantia. Não faça garantias quanto à confiabilidade do carro, a menos que esteja disposto a pagar pelo reparo quando ele quebrar. Se o seu comprador está preocupado com isso, fique à vontade para mostrar os registros de manutenção como uma demonstração da história do automóvel.

  • Vendido! Depois de ter negociado um bom preço, é hora de aceitar o pagamento para o carro. Geralmente é melhor insistir que o comprador pague com dinheiro ou um cheque especial, como um cheque administrativo. Obter a papelada correta: cada estado varia ligeiramente, deste modo verifique com o seu departamento local de veículos para determinar quais documentos são necessários quando você vender o seu carro para outra pessoa. Geralmente, trata-se de uma lei emitida pelo estado de venda e transferência de títulos.