Como identificar e tratar a anemia felina

Assim como seres humanos, os gatos podem muitas vezes sofrer de anemia. A condição, conhecida como anemia felina, é o resultado de um número reduzido de glóbulos vermelhos que leva a uma redução do nível de oxigênio em todo o sistema de gato. A anemia é frequentemente resultado de uma doença renal, que provoca uma escassez do hormônio eritropoietina. Quando os níveis de eritropoietina são reduzidos, a medula óssea recebe menos estímulos para produzir as células vermelhas do sangue.

A anemia felina também pode ser causada por pulgas ou outros parasitas. Alguns gatos desenvolvem a doença após ter sofrido uma grave perda de sangue a partir de um trauma ou por meio de uma causa interna, como por exemplo uma hemorragia gástrica ou tumor.

Em outros casos, a anemia felina é resultado de outra doença felina chamada de leucemia felina, câncer ou vírus da imunodeficiência felina. Pesquisas revelaram também que muitos gatos contraíram uma anemia por ingerir uma substância tóxica. Estas substâncias podem ser tão benignas quanto uma aspirina ou Tylenol, razão pela qual é fundamental nunca dar medicação para gatos ou outros animais de estimação.

Os sintomas da anemia felina. Gatos que sofrem de anemia felina geralmente apresentam os seguintes sintomas:

  1. Batimento cardíaco irregular
  2. Perda de apetite
  3. Perda de peso
  4. Náuseas
  5. Letargia
  6. Fraqueza
  7. Susceptibilidade ao frio
  8. Descoloração do nariz, língua e / ou gengivas
  9. Desatenção ao se limpar
  10. Sangue nas fezes ou urina
Diagnosticando a doença do gato. Qualquer gato com esses sintomas devem ser levados imediatamente a um veterinário para um exame físico completo. A única maneira de determinar se um gato sofre de anemia felina é através de uma análise de sangue. Normalmente, o veterinário irá realizar um hemograma completo (CBC), sobre o gato. Isto serve para três finalidades:=
  1. indicar quantos eritrócitos estão presentes na circulação sanguínea do gato.
  2. mostrar o nível de glóbulos vermelhos no sangue.
  3. indicar os níveis de ferro do gato
Testes adicionais são necessários para determinar a causa da anemia, que deve ser tratada a fim de aliviar a condição.

Tratando a anemia felina. Essa doença não geralmente é especificamente tratada. O médico veterinário deve primeiro tratar a doença que está causando a anemia. Uma vez que a doença esteja sob controle, repetidos testes de sangue são necessários para determinar se as células vermelhas do sangue estão sendo produzidas. Em alguns casos severos, o gato vai precisar de uma transfusão de sangue, mesmo após a doença estar sob controle.

Gatos que sofrem de anemia como resultado de traumas geralmente também precisam de transfusões sanguíneas. Alguns veterinários recomendam dar suplementos de ferro, não como uma cura, mas sim como medida preventiva para garantir a produção de glóbulos vermelhos saudáveis. Certos esteróides podem ajudar no estímulo ao apetite e também existem remédios que parecem estimular a produção de eritropoietina.

Com um bom diagnóstico e tratamento, seu gato pode se recuperar da anemia felina. Mas é importante visitar seu veterinário ao primeiro sinal de doença, já que a anemia felina é sintoma de uma doença ainda mais grave.