Como cuidar de uma tarântula "de estimação"

Uma tarântula é o animal de estimação ideal para algumas pessoas. Com um pouco de base de conhecimento, você pode ter um ótimo mascote extremamente fácil de cuidar, e bastante impressionante de observar. Você tem uma grande variedade de opções para escolher uma amiga tarântula, mas os cuidados de maneira geral são similares para todas as espécies desta aranha. Talvez você queira encontrar mais informações específicas a respeito de algumas espécies, como por exemplo as suas necessidades em termos de umidade, tamanho máximo que podem alcançar e preferências alimentares (que podem ser diferentes para aranhas maiores). No entanto, neste artigo você pode encontrar todas as informações iniciais mais importantes.

  • Habitação. O primeiro passo do processo de cuidar de qualquer animal de estimação é satisfazer as suas necessidades habitacionais. Para uma tarântula, você precisará de uma estrutura fechada de vidro ou de plástico. Poderia ser um tanque, um aquário, ou alguma outra vendida em supermercados ou pet shops. Você precisa garantir que haja bastante ventilação, mas que os orifícios de ventilação não sejam suficientemente grandes para a sua aranha passar através deles (elas podem passar por espaços que parecem pequenos demais). É melhor prevenir do que remediar, por isso cubra os buracos e espaços grandes com tela (você pode comprar um rolo de tela bem flexível em lojas de materiais de construção). Isto evitará que a aranha escape, sem reduzir o fornecimento de ventilação.
  • Substrato. Seu aranha vai precisar de um bom substrato no chão da sua moradia. Existem muitas opções, a escolha é toda sua. De fato, talvez você tenha que tentar algumas opções antes de encontrar o que é melhor para você e sua aranha. Para a maioria das aranhas (que não fazem tocas embaixo do substrato), a vermiculite é a melhor opção. Você pode misturar junto cacau em fibras, cascas de árvores em lascas, e/ou de punhados de musgo. Existem outras opções também. Evite terra envasada, e também evite colocar muitas coisas no ambiente onde sua aranha vai viver. A terra envasada tende a mofar muito rapidamente, e plantas e animais externos podem ter ácaros, fungos e outras pragas que podem ser prejudiciais. Coloque cerca de três a cinco centímetros de substrato para suas tarântulas, a menos que você esteja esperando que a sua tarântula se enterre no substrato. Neste caso, o substrato terá de ser mais profundo e deverá ser algo mais apropriado para escavar do que a vermiculite.
  • Esconderijos e decorações. Há muitos elementos decorativos que você pode acrescentar, bonitas de olhar e também bons esconderijos. Cascas de coco ou partes de conchas, vasos de argila quebrados, plantas falsas, pedaços falsos de madeira, todos podem ser esconderijos perfeitos para sua amiga, além de decorarem muito bem a gaiola. Se você achar que sua aranha não gosta de alguma coisa, ou que estes objetos estão escondendo demais o ambiente ou a própria aranha, reduza o número de coisas na gaiola. Ou acrescente mais itens, conforme desejar.
  • Água. Embora as tarântulas possam passar longos períodos sem se alimentar, a água é importante. Todas as tarântulas devem ter uma pequena vasilha com água, menor que o raio de suas pernas (se possível, uma vez que alguns filhotes serão menores que isto). Você vai precisar manter água doce disponível sempre. As esponjas não são boas opções para dar água ás tarântulas, mas algumas são vendidas para este fim. Alguns tarântulas também têm maiores necessidades de umidade e precisarão ser borrifadas com água, ou então você pode cobrir as aberturas de ventilação com um pano úmido. Se a sua aranha tem maior necessidade de umidade, então você também deve colocar um medidor de umidade na lateral do habitat.
  • Alimento. A maioria das tarântulas podem viver alimentando-se de grilos de um tamanho adequado para elas. No entanto, você pode ser criativo com a sua alimentação. Mosquinhas de fruta, sem antenas, são uma opção, assim como larvas (certifique-se de elas não se enterrarem no substrato da moradia da sua aranha, ou você poderá encontrar as larvas comendo a sua aranha na época da muda de pelo). Alguns dizem que os cupins são uma boa opção, também, mas é preferível evitar alimentos selvagens, a menos que você tenha certeza de que não contêm pesticidas. Uma aranha maior também gostará de um filhote de camundongo.
  • Mudança de pele. É importante você saber que, conforme a sua tarântula cresce, ela vai mudando de pele. A maioria dos donos de aranhas nota que alguma coisa está "errada" quando a tarântula pára de se alimentar por muitos dias. É uma boa idéia remover do habitat tudo o que for alimento, quando a sua aranha parar de comer. A sua tarântula é mais vulnerável durante o processo de mudança da pele, e ser tocada poderá ser fatal para ela, assim como ser atacada pelos seus itens de alimentação (larvas e grilos vivos). Ela vai se deitar de costas para trocar de pele. Isto pode demorar muitas horas, ou mesmo uma noite inteira. Quando o processo estiver completo, dentro da gaiola haverá a sua tarântula e os pedaços da pele que ela perdeu. Você pode deixar a pele no local, ou jogá-la fora. É desta forma que a sua tarântula vai crescer e se tornar maior. Não a alimente durante alguns dias. A sua tarântula não vai ficar faminta, e este cuidado a protegerá dos alimentos que lutarão para se defender. Volte a fornecer alimento depois de um período de três a cinco dias.
  • Necessidades especiais. Deve notar-se que algumas espécies de tarântula têm necessidades especiais. Eles podem precisar que a sua gaiola seja mais aquecida que a sua residência (o que é especialmente verdadeiro se você vive em uma região onde o clima é muito frio no inverno). Outras precisam de bastante umidade. Outras precisam de alimentos especiais, especialmente se você estiver recebendo uma aranha muito jovem. Ela pode precisar que você corte vermes ou grilos, ou talvez você pode ter que retirar partes pontudas de grilos (filhotes muito pequenos). Esteja ciente de que estas são algumas necessidades que talvez você tenha que atender, em função das espécies que você escolher. É uma boa idéia ler primeiro um folheto com informações sobre como cuidar de sua aranha, e/ou conversar com algumas pessoas sobre aranhas ou animais exóticos em grupos de discussão.


A maioria das tarântulas é fácil de cuidar, e são bons mascotes. Nenhuma deve ser pega na mão regularmente, e todas podem morder (embora a mordida de uma tarântula não seja fatal). Você deve ter cuidados redobrados quando crianças estiverem olhando ou por perto da aranha, e ensiná-las a respeitar a tarântula. No entanto, mesmo com estes senões as tarântulas são mascotes muito divertidos e podem proporcionar ótimos passatempos. As melhores espécies para começar poderiam ser: Caranguejeira-rosa-chilena, Entre Rios, Curly Hair, Red-Rumped e a White Collar. Outras espécies podem ser perfeitas para você - pesquise, e você vai descobrir a espécie que mais gosta. Você pode encomendar online, de criadores, ou encontrar em lojas na sua cidade. Observe que se você vai receber a sua tarântula através de um serviço de entrega, deve encomendá-la já para o dia seguinte, por motivos de segurança. Agora você tem o conhecimento necessário para cuidar da sua tarântula - aproveite e divirta-se!