Como cuidar da pele do seu cachorro

Diversos fatores podem afetar a pele do seu cão, desde tempo seco até doenças contagiosas que causam coceira, vermelhidão, dor e infecção. Cuidar adequadamente da pele do seu cachorro é vital para a saúde geral, bem-estar e aparência dele.

1. Escolha o shampoo apropriado. Existem muitas variedades de shampoo feitos especificamente para cães. Se seu cachorro tem a pele seca e quebradiça, escolha um shampoo hidratante ou para peles sensíveis. Shampoos com aveia, mamão ou babosa também são bons para pele seca ou em caso de coceira. Use um shampoo anti-séptico em caso de pele inflamada para aliviar a coceira excessiva e prevenir a infecção. Há também shampoos contra pulgas e carrapatos, shampoos para controlar queda de pêlos e, se seu cão tem medo de água, shampoos a seco, sem água. Para certas doenças de pele, o veterinário pode receitar um shampoo mais apropriado.

2. Trate parasitas rapidamente. Pulgas, carrapatos, bichos-de-pé, sarnas e micoses afetam a pele do seu cão.

Pulgas causam coceira, irritação da pele e, em alguns casos, reações alérgicas. Há vários shampoos contra pulgas e loções de banho disponíveis no mercado para tratar seu cachorro, mas certifique-se de cuidar também da casa toda. Pode-se usar um spray ou pó para carpetes e estofados ou dedetizar a sala inteira. Depois de ter livrado sua casa e o cachorro das pulgas, você pode usar um tratamento adequado ao seu cão, uma vez por mês, para evitar a reinfestação.

Carrapatos podem transportar doenças que são perigosas para os seres humanos e cães, além de causar coceira e irritação. Muitos shampoos, loções de banho e tratamentos mensais são considerados eficazes tanto para  pulgas quanto para carrapatos. Para cuidar da casa, proceda da mesma forma que você faria com pulgas, mas tenha certeza de que os produtos sejam rotulados especificamente para matar carrapatos. Para remover os carrapatos do seu cão com a mão, use uma pinça e agarre o carrapato o mais próximo possível da pele. Puxe ele para fora e aplique um anti-séptico na pele. Jogue o carrapato no sanitário ou mergulhe-o em álcool para matá-lo. Certifique-se de limpar cuidadosamente as mãos e esterilizar as pinças depois para evitar a eventual propagação da doença.

Os bichos-de-pé são ácaros que se alimentam de sangue de cachorro e causam coceira e irritação. Eles podem ser encontrados na maioria das vezes na cabeça e no pescoço e são vermelhos, laranjas ou amarelos. Se você suspeitar de ver um bicho-de-pé, consulte um veterinário para a prescrição de cremes para serem aplicados nas áreas afetadas.

A sarna é um tipo de infestação de ácaros sob a pele, que causa manchas vermelhas, regiões com perda de pelo e coceira, podendo levar a uma infecção secundária. O diagnóstico e tratamento de um veterinário são necessários para livrar seu cão de sarna.

A micose é um fungo que causa manchas sem pêlo circulares vermelhas ou cinzas na pele do cão. Se seu cachorro tem micose, consulte o veterinário para um tratamento medicado com shampoos e pomadas. A micose é contagiosa para o ser humano, especialmente crianças, então, evite o contato com a área infectada.


3. Alimente seu cachorro com a comida certa. Uma comida canina de alta qualidade oferece o equilíbrio correto dos ácidos graxos e nutrientes necessários para uma pele saudável. Existem muitos suplementos nutricionais para cuidar da pele de um cão, mas se seu cachorro come adequadamente, os suplementos são  desnecessários. Para evitar um desequilíbrio, dê suplementos ao seu cão apenas sob o aconselhamento de um veterinário. Muitos cães podem também sofrer de alergias alimentares que causam erupções cutâneas. Uma visita ao veterinário e possivelmente uma dieta de eliminação irá determinar se seu cão tem uma alergia alimentar.

4. Escove seu cão diariamente. Os óleos naturais da pele de um cão são distribuídos pela escovação. Estes óleos mantém a pele e pêlo saudáveis e brilhantes. Para estimular mais a produção de óleo da pele, sem irritá-la, use uma escova com cerdas de borracha ou uma luva para escovar cães.

5. Inspecione a pele com freqüência. Verifique a pele do seu cão para qualquer coisa fora do normal, como os nódulos, áreas descoloridas, feridas, manchas ou dor. Consulte um veterinário, se você encontrar algo estranho.