Como criar um habitat para caranguejos eremitas

Os caranguejos eremitas, com suas conchas coloridas e suas grandes pinças, pode ser uma companhia ou proximidade interessante para uma pessoa ocupada, em sua casa. Mesmo que estas criaturas não sejam consideradas animais de estimação tão facilmente como um cão ou gato, elas são definitivamente mais divertidas do que um aquário cheio de peixes. Além disto, cuidar de caranguejos eremitas não é mais difícil do que cuidar de um aquário cheio de peixes. Os materiais necessários para cuidar de caranguejos eremitas são simples. Um local onde abrigar-se, comida, água, e um ambiente limpo, quente e úmido são tudo o que o seu caranguejo eremita precisa. Com os cuidados e suprimentos certos para estes bichinhos, os caranguejos eremitas viverão muito bem, e por muito tempo.

Para encontrar dicas excelentes sobre como cuidar de seu caranguejo eremita de estimação, é uma boa idéia você obter uma cópia de Secrets to Raising a Healthy Crab. Este guia é uma excelente referência para quem é dono de caranguejos eremitas.

Para cuidar de seu caranguejo eremita:

  • Você precisará de um aquário, ou um terrário, onde os caranguejos eremitas possam viver. Os aquários ou terrários de vidro funcionam melhor porque o vidro irá ajudar a manter a temperatura estável, e é fácil mantê-lo limpo. Também é importante que o aquário tenha uma tampa porque, de outra forma, a umidade não se manterá em percentuais constantes.
O habitat do caranguejo eremita (também conhecido como crabitat - do inglês "crab habitat") seguirá um padrão de concentração de umidade, que deve permanecer entre 70 e 80 por cento, com uma temperatura entre 22 e 26 graus Celsius. A umidade e a temperatura podem ser reguladas através de um aquecedor colocado embaixo do habitat do caranguejo eremita, e uma bomba de ar ligada a uma saída de ar localizada em um prato com água.

O aquário precisará ter um substrato colocado na parte inferior. A areia funciona melhor, porque é fácil para os caranguejos escavarem.

Sempre são necessárias conchas extra, porque os caranguejos crescem e tornam-se maiores do que aquelas em que já estão. As conchas deverão ter aberturas ovais ou circulares, pelo menos do tamanho das pinças do caranguejo. Deve haver sempre duas conchas de cada tamanho, para o caranguejo eremita escolher. Nunca force um caranguejo a sair de sua concha. Antes de serem colocadas no habitat do caranguejo, as conchas devem ser fervidas em "água de caranguejo". que é simplesmente água comum da torneira desclorada, com um pouco de sal. É importante ferver estas conchas porque podem conter bactérias, as quais poderiam matar os caranguejos; a fervura matará quaisquer bactérias ou germes.
  • Alimento e água deverão ser dados aos caranguejos eremitas. Os pratos necessárias para isto podem ser simplesmente conchas bem grandes, ou potes de água conectados a uma bomba de ar para ajudar a manter a correta umidade percentual. A principal coisa a lembrar é que os recipientes de água devem ser grandes o suficiente para o maior caranguejo eremita entrar. São necessários dois recipientes de água: um para a água doce e um para água salgada.
A água doce deve ser desclorada. Água de torneira pode ser utilizada se for desclorada com condicionador de água, encontrado nas lojas ou seções de materiais para aquários. Água engarrafada também pode ser utilizada, se for de nascente natural.

Os caranguejos eremitas também precisam de um aquário de água salgada, mas não use sal de mesa. Sal marinho, que é seguro para os caranguejos eremitas, pode ser encontrado nas lojas ou seções de materiais para aquários. A água salgada também deve ser desclorada antes de ser utilizada no crabitat.

Coloque esponjas naturais, tanto no recipiente de água doce quanto no de água salgada, para os caranguejos eremitas menores conseguirem entrar e sair deles sem se afogar.
  • Você deve saber quais são os alimentos que os caranguejos eremitas consomem. A alimentação dos caranguejos eremitas tornou-se uma discussão universal em relação ao que usar para alimentá-los. De acordo com alguns proprietários de caranguejos eremitas, rações comerciais não devem ser utilizadas porque contêm ingredientes que terminarão por matar os caranguejos eremitas. Estes proprietários utilizam somente alimentos naturais, como carnes cruas ou cozidas sem o uso de temperos. Se o dono de um caranguejo eremita decide alimentá-lo com alimentos naturais, é importante manter uma refeição equilibrada, oferecendo carnes, frutas e legumes.
  • Outros suprimentos necessários no crabitat são estruturas que o caranguejo eremita pode usar como abrigo. Os caranguejos eremitas são animais noturnos, e então precisarão de um espaço para escapar das atividades diárias em torno deles. Existem muitos tipos de abrigos disponíveis para caranguejos eremitas, de cabanas de coco a troncos ocos. Frequentemente você encontrará, na seção de aquários das lojas de artigos para pets, exatamente o que o caranguejo eremita precisa. Na loja, procure também outros acessórios para o crabitat, como brinquedos para o caranguejo de eremita escalar. Cactos, grandes pedaços de cortiça ou de coral são ótimos para o crabitat, porque o caranguejo não apenas se agarra a eles, mas também "faz lanches" com estes materiais. Madeiras leves, cestas de vime e redes de caranguejo também darão bons resultados no habitat de seu caranguejo eremita.
  • Os cuidados com os caranguejos eremitas incluem mais do que apenas a criação do crabitat. O dono do caranguejo eremita terá de verificar a temperatura e umidade diariamente, bem como remover quaisquer alimentos que sobraram da noite anterior. O dono do caranguejo eremita também deverá saber que os caranguejos estão cavando na areia e enterrando-se nela. Se eles não retornam e se alimentam diariamente, é muito provável que estejam mudando as pernas, e terão de ser transferidos para um tanque de isolamento. Normalmente, o isolamento é um aquário com capacidade de 50 litros, que contém areia, água e alimentos para o caranguejo. Alguns tipos de abrigos deverão também ser incluídos. Os tanques de isolamento não exigem tantos cuidados quanto os crabitat principais, porque os caranguejos não estão ativos quando estão mudando as pernas, e só estarão no tanque durante a muda. Depois deste período, eles são colocados de volta no crabitat principal.
  • Semanalmente, o dono do caranguejo eremita terá de substituir a água doce e a salgada, e trocar as esponjas. Deverá limpar as esponjas velhas enxaguando-as com água fresca de caranguejo, deixando secar, e depois colocando no forno de microondas por dois minutos. Também deverão ser removidas (limpas) todas as manchas de fezes de caranguejo que aparecerem.
  • Por último, a cada seis meses o crabitat deverá ser cuidadosamente limpo, a areia deve ser limpa ou substituída, os brinquedos devem ser lavados e qualquer madeira utilizada deve ser colocada no forno de microondas por cerca de dois minutos.
Tendo estas informações sobre os caranguejos eremitas, você agora sabe como cuidar do seu caranguejo eremita. Com o crabitat correto montado, e os demais cuidados corretos, o dono de um caranguejo eremita desfrutará das suas criaturas por longos e felizes períodos.